• Home
  • |
  • Sobre Mim
  • |
  • Resenhas
  • |
  • Promoções
  • |
  • Parceiros
  • |
  • Contato
  • Resenha # 94 : O Voo da Vespa



    Título: "O Voo da Vespa"
    Autor: Ken Follett
    Páginas: 416
    Editora: Arqueiro
    Ano: 2017
    Adicione no Skoob

       Adoro livros que se passam na Segunda Guerra Mundial, pois, eles sempre tem alguma coisa a acrescentar na vida do leitor com suas histórias comoventes, inspiradoras e até um pouco triste, já que grande parte da maldade dessas histórias já foi realidade de muitos anos atrás. Dessa forma, assim que li a sinopse de O Voo da Vespa tive a certeza que estava diante de uma obra maravilhosa e tenho a honra de dizer que Ken Follett supriu todas minhas expectativas e não me decepcionou nem por um instante.
       O livro se passa em 1941, numa época em que a Dinamarca está sob a ocupação das tropas de Hitler, e aí conhecemos os irmãos Olufsen: Harald e Arne, dois jovens que lutam contra as rígidas regras impostas por seus pais. Enquanto isso, na Inglaterra, uma rede de espiões do MI6, o serviço secreto britânico, tenta decifrar um sinal de rádio da Luftwaffe que menciona um novo equipamento de radar, que está sendo responsável pelo abatimento de bombardeios ingleses numa velocidade alarmante.
       A ligação de Arne com Hermia Mount, uma funcionária do MI6 recrutada para ajudar a descobrir a nova arma alemã,  faz com ele tome parte na Resistência dinamarquesa, colocando-o sob vigilância das forças de segurança do país - e de Peter Flemming, um detetive que colabora com os alemães e que tem uma motivação especial para desejar a ruína dos Olufsen. Dessa forma,  é uma questão de tempo até a trajetória de Harald e Arne se convergirem em uma operação de vida ou morte para vencer os nazistas.
       Numa Europa praticamente dominada pela Alemanha, a vida dessas pessoas se entrelaça de forma irreversível, e quando um decrépito avião bimotor se transforma no único meio de fazer a verdade chegar até as forças aliadas, o destino delas poderá mudar o rumo da guerra - e da história.
       O Voo da Vespa é narrado em terceira pessoa e Ken Follett se baseou em fatos reais para criar essa incrível história. Olhando pela sinopse, dá a entender que estamos diante de uma história bem complicada de se entender, mas não é. O autor conseguiu amar a história super bem e consegue fazer com que as peças do quebra cabeça de encaixem perfeitamente bem e que cada personagem tenha seu papel bem definido no desenrolar das páginas. Sendo assim, Ken Follett é um autor que não deixa você cansado ao ler. Sua narrativa é muito dinâmica, e as passagens com descrições são curtas. Possui muitos diálogos e muitos personagens, cada um com sua devida importância dentro da trama.
       Os personagens me chamaram bastante atenção, eles são super bem construídos e se encaixam muito bem na história. Achei interessante que todos eles, sem exceção, possuem um lado mais humano, mais real e essa característica chega a ser palpável, porém, eles são conduzidos com realismo pelo contexto de guerra, medo, ambição e revolução, por isso estão em constante movimentação e conflito, lutando cada um á sua maneira para alcançar seus objetivos. E em meio á tudo isso o personagem que mais se destacou, na minha opinião, foi Harald, ele é um jovem sonhador e apaixonado que não mede esforços para ajudar as pessoas que ama, corajoso e, sem dúvida, o herói mais encantador de minha estante!
       Outro fato que merece destaque é a dedicação que Ken Follett teve ao escrever O Voo da Vespa. Chega a ser impressionante sua pesquisa sobre aeronaves, pois, ele escreve com tanta precisão sobre os mais diversos elementos da aviação, que nossa experiência ao ler é que também  dominamos o assunto, e eu amei isso! Ken Follett passa segurança para o leitor e, em momento algum, nos deixa boiando ou sem entender nada. Além disso, merece destaque também, o suspense presente na obra, o autor consegue nos deixa completamente tensos durante todo o livro, principalmente, quando os espiões estão prestes a ser descobertos. Para quem curte livros de espionagem, sem dúvida, O Voo da Vespa é uma leitura obrigatória.
       Enfim, O Voo da Vespa é uma leitura que deixa o leitor alerta, tenso e louco pra chegar nas última página, tanto que li o livro em apenas um fim de semana! Super recomendo a leitura pra quem gosta de livros sobre a Segunda Guerra Mundial, sobre espionagem ou para quem simplesmente está em busca de uma leitura perfeita.



    18 comentários :

    1. Ola
      Nunca li nada do autor, apesar de ja ter lido bons comentários a respeito. Gosto muito desse estilo voltado a espionagem, então é claro que fiquei bem curiosa sim, ainda mais em relação aos personagens e os seus comentários em relação a alguns elementos deste cenário. Gostaria muito de poder conferir também!
      Beijos, F

      ResponderExcluir
    2. Olá!

      Sempre fui doida para ler desse autor, mas ainda não tive a oportunidade. Confesso que, assim como você, gosto muito de tramas que se passam neste período histórico terrível. São sempre histórias cheias de muita emoção, que nos ajudam a exercitar a empatia. Gostei muito de ler seus comentários da obra e o fato de você ter gostando tanto, me deixou ainda mais desejosa de realizar essa leitura. Super obrigada pela dica!

      Ingrid Cristina
      Plataforma 9 3/4

      ResponderExcluir
    3. Olá,
      Já tinha ouvido falar vagamente desse livro, e me deu vontade de ler ele depois da sua resenha. E estou começando a gostar de livros que se passa nessa época, então esse entrou na lista.

      Beijos,
      Garota Perdida nos Livros

      ResponderExcluir
    4. Oi tudo bem?
      Não conhecia o livro mas até curto livros que se passam na segunda guerra mundial afinal como você disse eles sempre acrescentam algo na nossa vida, vou anotar a dica.

      Beijos

      ResponderExcluir
    5. Oie, tudo bem?
      Olha, eu adoro livros que se passam na época da 2GM, amo demais.
      Apesar de todo o sofrimento, eu gosto de ler sobre, pois existem tantos ensinamentos por trás dessas histórias que só quem lê vai saber.
      O Voo da vespa promete ser uma história muito envolvente, ainda mais quando se trata de baseado em fatos reais, isso me instiga ainda mais para ler.
      Parabéns pela resenha e pelo blog, bjs <3

      ResponderExcluir
    6. Mais um livro pra minha lista de desejos! Amo livros que falem sa segunda guerra! Estou fascinada, e essa resenha me deixou mais ainda!
      beijos
      www.omundodatutty.com

      ResponderExcluir
    7. Oi Diane!
      Eu li dois livros do Follet, mas da fase "espionagem" dele. Tenho curiosidade de ler algum dessa fase mais "histórica". Gostei da premissa.
      Beijo,
      alemdacontracapa.blogspot.com

      ResponderExcluir
    8. Nossa! Amei sua resenha! Amo livros com cumo histórico ainda mais quando tem nazismo e segunda guerra Mundial,fiquei muito curiosa por esse livro,com certeza vai para minha lista de leituras.bjos
      aleituramagica.wordpress.com

      ResponderExcluir
    9. Oi
      Nunca tive oportunidade de ler Follet, mas a cada resenha que leio, sinto que preciso dar uma oportunidade o mais breve possível.
      Acho incrível esses autores que escrevem com profundidade e pesquisam para elaborar seus enredos e essa autor é mestre nisso.
      Adorei suas impressões e esse livro estou na lista!
      Beijinhos
      Rizia Castro - Livroterapias

      ResponderExcluir
    10. Nunca li nada do Follet e me sinto morando embaixo de uma imensa e pesada pedra, por ainda não poder opinar sobre seus livros com alguma propriedade. São tantos elogios e tantos admiradores que a sensação de estar perdendo alguma coisa importante é muito forte. Adorei sua resenha e anotei a dica e espero que em breve eu possa sair da caverna da ignorância e poder ler alguma coisa deste autor tão amado e elogiado.
      MEU AMOR PELOS LIVROS
      Beijos

      ResponderExcluir
    11. Oi!
      O Ken sabe mesmo fazer livros históricos. Nunca li nada dele, mas já ouvi falar de sua escrita. O cara faz mesmo uma pesquisa minuciosa sobre os assuntos tratados. Pena não ser o tipo de livro que eu leria. :/
      Ainda assim obrigada pela dica, irei passá-la para uma amiga que curte esse tipo de livro. ^^
      Beijão!
      http://www.lagarota.com.br/
      http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

      ResponderExcluir
    12. Oi.
      Eu ainda não li nenhuma obra do autor, mas alguns livros dele estão na minha lista.
      O problema é que estou com as leituras atrasadas, esse ano não li quase nada, acho que foram uns 14 livros.
      Preciso reverter isso em breve, mas no momento tenho vários livros empacados na estante.
      O autor realmente parece genial, adoro quando a pesquisa para escrever o livro é bem feita. E também adoro livros ambientados na Segunda Guerra.
      Com certeza pretendo ler assim que tiver oportunidade.
      Beijos.

      ResponderExcluir
    13. Oie tudo bem?

      Guria nunca li nada desse autor, mas já li tanta resenha positiva sobre as obras dele que em algum momento vou ter que criar vergonha na cara e pegar uma história dele e ler! Fico feliz que tenha gostado dessa leitura!

      BJss

      ResponderExcluir
    14. Olá Di,
      Ainda não li esse livro, aliás, não li nenhum livro do Follett, apesar de ter muita curiosidade. Fiquei muito contente por ter lido sua resenha, por todos os elogios que você apresentou e, principalmente, por o autor ter se preocupado tanto com pesquisa assim.
      Espero ter a oportunidade de ler esse livro e me encantar com os personagens como você se encantou.
      Beijos

      ResponderExcluir
    15. Oie, tudo bem?
      Eu nunca li nada da autora, mas adorei saber a narrativa.
      Não gostei da capa, não me chamou a atenção e nem instigou a leitura, mas mesmo assim conferiria a obra se tivesse a oportunidade. Bela resenha <3

      ResponderExcluir
    16. Oi, tudo bem?
      Eu também adoro livros sobre a II Guerra e, pelo que percebi na sua resenha, esse é uma leitura muito rica sobre o tema. Confesso que a trama me pareceu um pouco confusa, mas como você destacou na resenha que o autor soube armar bem a trama e fazer com que tudo se encaixe ao longo da leitura, acredito que eu não teria problema.
      A única coisa que me desanima é o autor trazer tantos detalhes, até mesmo sobre as aeronaves. Sei que você destacou positivamente e, realmente, deve ter sido um trabalho de pesquisa incrível, mas acho que isso tornaria a leitura um pouco cansativa para mim.
      De qualquer forma, adorei sua resenha e vou levar os seus elogios em consideração para ler em outro momento, quando eu esteja com mais tempo.
      Beijos!

      ResponderExcluir
    17. OI! Também gosto muito de livros que se passam durante a segunda guerra mundial,embora eles me deixem muito triste e com ressaca literária por um longoo período. No momento estou evitando livros assim,justamente pelo motivo que mencionei, no entanto vou anotar a dica para ler em outro momento pois gostei muito do enredo. Abraços!

      ResponderExcluir
    18. Oi Diane, como está?
      Do Ken Follett eu só tenho "A chave de Rebecca", que já li e achei muito bom embora muita gente ache ele um pouco mais fraco que os outros. Lógico que, de longe, a publicação mais famosa desse autor é a trilogia "Os Pilares da Terra", uns tijolos em forma de livro que eu via constantemente na Siciliano quando ela ainda existia. Bom saber que tu gostou da leitura.
      Abraços e beijos da Lady Trotsky...
      http://rillismo.blogspot.com

      ResponderExcluir