06 outubro 2019



Resenha # 159 : O Guia do Cavalheiro Para o Vício e a Virtude




Título: "O Guia do Cavalheiro Para o Vício e a Virtude"
Autor: Mackenzi Lee
Páginas: 434
Editora: Galera Record
Ano: 2018
Adicione no Skoob

    O Guia do Cavalheiro para o Vício e a Virtude foi uma grata surpresa para mim, esse livro chegou nas minhas mãos de uma forma bem despretenciosa e confesso que não esperava muita da leitura. Porém, assim que comecei a ler fui totalmente envolvida pela história, conquistada pelos personagens e cativada por toda a narrativa carismática e sagaz da autora Mackenzi Lee! Já adianto que foi uma leitura extremamente prazerosa e muito, muito divertida!
    O livro traz a história de Henry “Monty” Montague, um jovem que nasceu e foi criado para ser um cavalheiro. Mas ele também nunca foi do tipo fácil de ser domado e, apesar de ter frequentado os melhores internatos da Inglaterra, não conseguiu conter nenhuma de suas paixões - fossem as noites perdidas em jogatinas, madrugadas passadas com garrafas de uísque ou acordar nos braços de mulheres e de homens.
   Como os demais lordes abastados de sua idade, Monty deve embarcar em um Grand Tour pela Europa antes de assumir as responsabilidades dos negócios  da família ao lado do pai - e com sua constante desaprovação e controle. Mas aquilo que parecia ser a promessa de uma despedida digna (quer dizer, repleta de farra) torna-se um grande pesadelo quando Monty e o melhor-amigo-companheiro-de-viagem-paixão-impossível Percy se dão conta de que serão acompanhados por um tutor, além da irmã mais nova de Monty - Felicity ao menos vive com a cara enfiada em romances água com açúcar (ele supõe) e não deve atrapalhar.
    Ainda assim, não é da natureza de Monty desistir, e ele jura fazer essa longa viagem um último ano repleto de festas e regado a bebidas, jogos e flertes com Percy e com quem mais surgir no caminho. De Paris a Roma. Até que sua imprudência deixa a trupe em maus lençóis. A viagem se torna, então, uma fuga angustiante por toda a Europa, e ele acaba questionando tudo que sabe, inclusive sua relação com o menino que adora.
   O Guia do Cavalheiro para o Vício e a Virtude é narrado em primeira pessoa pelo protagonista Monty, o que deixa a narrativa bem divertida, já que conhecemos toda a história sob o ponto de vista de um dos personagens mais excêntricos e convencidos que já conheci. A narrativa de Mackenzi Lee é extremamente fluida, divertida, sarcástica e, ao mesmo tempo, dolorosa e romântica nos momentos certos. Como disse anteriormente, não esperava muita coisa da leitura, porém, fui surpreendida com uma das aventuras mais empolgantes da literatura: roubo da realeza, ladrões de estrada, um códex indecifrável e sequestros por piratas! Não exagero quando digo que não conseguia parar de ler e quando era obrigada a dar uma pausa na leitura ficava pensando no que estaria por vir!
    Os personagens são muito empolgantes, carismáticos, mas, também imperfeitos e inseguros quanto ao seu futuro, e essas características duvidosas são justamente o que nos fazem amá-los ainda mais. É importante ressaltar também que essas peculiaridades não se deve apenas ao trio principal, mas, também, a todo os personagens secundários que foram muito bem apresentados, que aparecem nos momentos certos, que dão muita importância e enriquecem a obra de um jeito sem igual.
      Monty é bissexual, tem um carisma fora do comum e acha que consegue qualquer coisa através de seu sorriso, porém, por trás de todo esse convencimento aos poucos vamos conhecendo seus medos, os traumas que sofre pelos espancamento de seu pai e sua insegurança em relação ao que sente pelo seu melhor amigo. Percy é adorável e possui várias características que são um problema no século XVIII: ele é negro, homossexual e ainda tem outro problema que não posso contar que é spoiller (leiam e descubram rsrs...). Felicity é a irmã mais nova de Monty, a estrela do livro, sonha em estudar medicina e possui pensamentos e atitudes bem feministas, além disso, ela sempre tem algum comentário sarcástico pra dizer. Dos três, Felicity é a mais equilibrada e a que possui pensamentos mais racionais diante das coisas que acontecem.
     Além de muita aventura, romance e excentricidades, O Guia do Cavalheiro para o Vício e a Virtude é um livro que traz assuntos muito importantes como a intolerância a homossexuais, que mesmo já tendo passado mais de 300 anos da época desse livro ainda há muitas pessoas desinformadas com esses pensamentos retrógrados. A autora também abre espaço para falar sobre empoderamento feminino e como a sociedade impõe que nós mulheres devemos nos comportar e como somos consideradas inferiores, o que infelizmente bem sabemos que ainda existe esse tipo de preconceito. O Guia do Cavalheiro para o Vício e a Virtude fala também de questões como a importância das amizades, relações familiares e a necessidade de seguir nossas vontades para a realização de nossos sonhos.
    Enfim, O Guia do Cavalheiro para o Vício e a Virtude foi uma grande surpresa, uma leitura prazerosa e que me conquistou de diversas formas. Recomendo de olhos fechados pra todos vocês e tenho certeza que entrará facilmente para seus favoritos.



24 comentários:

  1. Oi, Diane como vai? Que resenha bacana, parece ser daqueles livros inesquecíveis não é mesmo! Abraco.

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Diane!
    Eu queria ter curtido a vibe desse livro mas comigo ele nao funcionou. Eu achei o personagem cansativo e a trama chata. Acabei abandonando. Nao passei na pagina 100, infelizmente.

    Abraços
    Emerson
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Diane!
    Adorei a premissa do livro, principalmente por abordar temas interessantes no enredo. Aparenta ser uma leitura muito prazerosa.

    Beijos
    Construindo Estante || Promoção no Instagram

    ResponderExcluir
  4. Oi Diane.
    Nossa, eu simplesmente me apaixonei por esse livro. A premissa dele, os personagens, as críticas. Simplesmente tudo nele me chama atenção. Fiquei apaixonada pela proposta da obra.
    Beijos.
    Blog: Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  5. Oi Diane, olha que to doida para ler este livro e adorei ler sua resenha, faz tempo que ele está na minha meta de leitura, fiquei até mais animada!

    Beijos Mila

    Daily of Books Mila

    ResponderExcluir
  6. Que legal ver que o livro lhe surpreendeu positivamente. Eu ainda tinha um pé atrás com essa leitura, mas agora já me convenci que quero ler!

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, Diane!
    Eu também adorei esse livro <3 Gostei demais das críticas que a autora fez e a forma como ela abordou o tema sexualidade dentro da trama. Apesar de ser bem fantasioso, ainda assim foi uma leitura muito boa. Não vejo a hora de ler o segundo.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  8. Oi, Diane
    Eu adoro romance, mas eu não consigo gostar do formato do livro, seja pelo gênero e pelo protagonista. Algo não me chama tanta atenção. Mas que bom que a leitura foi boa e que você gostou!
    Beijo
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem? Não conhecia esse livro ainda, mas achei a premissa bem bacana. Parece ser uma obra que aborda vários temas importantes. Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  10. Oi Diane,
    Amo narrativas sarcásticas. Sou até meio aprendiz, hehe.
    Não leio muitos livros do estilo, mas fiquei bem curiosa. Principalmente pela diversidade, já me deixou bem feliz.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  11. Ah, estou babando nesse livro já tem um tempo, porque aborda vários temas atuais porém parece que tem uma pegada mais cômica e sarcástica que eu adoro nos livros. Também gostei de que apesar de o livro se passar há muitos e muitos anos atrás, o que é abordado nas suas páginas são coisas atuais. Assuntos atuais. Eu li resenhas muito boas sobre e se não fosse por elas, eu não ia dar nada pelo livro.Quero muito ler

    Abraço,
    Parágrafo Cult

    ResponderExcluir
  12. Olá! Gostei da capa do livro mas, ainda tenho um receio de ler, são tantas opiniões diferentes que fico com medinho de me decepcionar, por isso ainda não me arrisquei a ler esse. Fiquei feliz que tenha curtido a leitura.
    beijocas.

    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Diane,

    Vi muitos elogios sobre esse livro, mas ainda não peguei para ler.
    Que bom que foi prazerosa a leitura. Em breve espero poder ler.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Olá, Diane.
    Acredita que a sua é a primeira resenha positiva que leio desse livro? Até agora só tinha visto o povo falando mal do livro hehe. Gostei de ver um outro lado dos personagens, mas ainda assim não sei se leria ele.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  15. Oi Diane, tudo bem?
    Esse livro já está na minha lista e depois de ler a sua resenha fiquei mega ansiosa para ler.
    Bjus

    ResponderExcluir
  16. Oie amore,

    Começo por dizer que a capa não me foi muito atraente não.
    Gostei muito de sua resenha, e embora você tenha mencionado que trata-se de uma narrativa divertida, no momento estou atolada de livros aqui.
    Passo a dica, mas fico feliz que tenha curtido a leitura!

    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  17. Fiquei empolgada com sua resenha e acho que esta leitura funcionaria super bem pra mim porque eu adoro personagens envolventes e que não sejam perfeitos.
    Já quero ler!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Olá!!

    Eu só leio resenhas positivas de livro e meus conhecidos que leram também são só elogios. Infelizmente fui empurrando a leitura para frente, mas pretendo priorizar esse livro no primeiro semestre do ano que vem. Espero de coração gostar dele tanto quanto você. Obrigada pela dica..

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Li várias resenhas dessa obra e só foram críticas boas, confesso que fiquei com uma ponta de curiosidade para ler e ele já está em minha lista de desejados. Estarei lendo - o futuramente...

    ResponderExcluir
  20. Oi, Diane.
    Ainda não conhecia esse livro, mas achei a história bem pitoresca.
    Que bom que você curtiu tanto e que foi uma leitura prazerosa! É sempre uma delícia quando a gente é fisgado por uma história envolvente!!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  21. Oi, Diane!
    Eu já tinha visto esse livro, mas não tinha me interessado por ser um romance de época, que é um gênero que não me agrada.
    Mas acho importante a autora utilizar um gênero que está em alta para discutir problemas que ainda hoje existem e são sérios: homofobia, machismo e outros tipos de preconceitos.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/2019/10/resenha-o-teste-livro-1.html

    ResponderExcluir
  22. Eu li esse livro no ano passado e amei demais! O que a Galera Record fez é surreal, a maneira como eles atribuiram a representatividade aos personagens de época, tornando-os pessoas tão reais e tão incríveis, fiquei louca pela continuação hahaha

    ResponderExcluir
  23. Ahhh, que legal que gostou da leitura. É tão bom quando um livro consegue conquistar a gente, né?
    Não é meu gênero de leitura preferido, então, embora tenhamos recebido ele pra resenhar... ele seguiu o caminho pra casa de outra colunista. hehehhee

    Beijão!

    Carol, do Coisas de Mineira

    ResponderExcluir
  24. A proposta desse livro me faz ficar absolutamente curiosa sobre ele toda vez que vejo alguma resenha ou mesmo menção a ela. Acho que é bom fugir da mesmice e eu tenho certeza de que, assim como você, vou gostar bastante desta leitura

    ResponderExcluir


© Coisas de Diane | 2020. Todos os direitos reservados.
Layout e codificação: GLEICY HANER - DESIGNS E FOTOGRAFIA .
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo