• Home
  • |
  • Sobre Mim
  • |
  • Resenhas
  • |
  • Promoções
  • |
  • Parceiros
  • |
  • Contato
  • Resenha # 32 : A Sorte do Agora



    Título: "A Sorte do Agora"
    Autor: Matthew Quick
    Páginas: 224
    Editora: Intrínseca
    Ano: 2015


       Sabe aqueles autores que nós tornamos fãs ao ponto de comprar seus livros sem ler a sinopse? Pois é, o Matthew Quick é um desses autores pra mim, desde que li "O Lado Bom da Vida" me tornei fã dele e, assim, sempre compro seus livros com a certeza de que será perfeito! Comecei a leitura de "A Sorte do Agora" com um milhão de expectativas e posso afirmar que todas elas foram satisfeitas e que essa última pérola de Quick é tão boa quanto as demais.
       O livro traz a história de Bartholomew Neil, um homem de quase quarenta anos que viveu toda a sua vida na barra da saia de sua mãe, sempre sozinho, sem amigos e, é claro, sem qualquer contato com o sexo oposto. Quando sua mãe descobre um câncer "em forma de lula" no cérebro, as coisas começam a desandar em sua vida, pois, obviamente sua mãe tem pouco tempo de vida e para piorar ela começa a chamá-lo de Richard Gere! Totalmente perdido e desorientado, Bartholomew, decide agradar sua mãe em seus últimos dias de vida e se entrega ao personagem, fingindo ser o ator de Hollywood.

       Após o falecimento de sua mãe, nosso protagonista, acaba encontrando uma carta de Richard Gere na gaveta de calcinhas dela, logo, ele passa a acreditar fielmente que isso só pode ser um sinal cósmico e que ele e o ator de certa forma estariam ligados. Assim, ele passa a escrever cartas super íntimas para Richard com a intenção de que ele possa lhe ajudar a se tornar uma pessoa melhor.
        Na tentativa de superar o luto, Bartholomew, descobre ajuda em pessoas muito especiais como o padre McNamee, pároco da igreja em que sua mãe frequentava e que é conhecido tanto pelas suas obras sociais quanto pelo seu vício em bebidas; Max, um rapaz desbocado que só pensa em gatos e a Meninatecária, garota que ele logo se apaixona pelo seu jeito peculiar. Juntos eles descobrem muitas coisas em comum e ajudam Bartholomew a finalmente enfrentar a vida real.
       Acredito que esse seja o livro que tive mais dificuldade em resenhar, porque qualquer detalhe que pusesse a mais poderia soltar um spoiler e, assim, estragaria a possível leitura de vocês e obviamente eu não quero isso. Um fato que posso dizer é que um dos personagens guarda um grande segredo e que fiquei bem surpresa ao ser revelado.
        Achei interessante que o livro é narrado pelas cartas que Bartholomew escreve para Richard Gere e como elas são  muito íntimas dá a sensação de que é uma sessão de terapia e que o leitor é seu analista.
       Os personagens são fantásticos! Adorei conhecer todas as excentricidades e loucuras de todos eles, me agradou muito também a forma que eles foram se desenvolvendo e amadurecendo ao decorrer da trama.
       É impossível terminar essa resenha sem recomendar "A Sorte do Agora"! Quick mais uma vez, escreve uma história maravilhosa, onde equilibra de forma excepcional o humor e a ironia com questões sérias.




    15 comentários :

    1. Olá Diane,
      Achei o livro super legal, ainda mais pela capa ☺.
      Espero ler algum dia, porem parece triste :(
      http://blogmichaelvasconcelos.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    2. Oi
      eu só li um livro desse autor, mas quero ler outros e esse parece ser legal,
      que bom que ele cumpriu suas expectativas e fiquei interessada em ler.

      momentocrivelli.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    3. Olá!

      Nunca li nada do Quick, mas gostei dessa premissa, ainda mais por ter a ilustre participação do Richard Gere!

      resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

      ResponderExcluir
    4. Oi, Diane, tudo bem?

      Gente, que história mais bizarra! hahahahaa
      Eu não li O Lado Bom da Vida, apenas assisti ao filme e não curti.
      O meu gato se chama Bartolomeu! :D
      Achei a história bem viajante, mas acho que daria uma olhada só pra ver no que isso deu! hahahah

      Beijo
      - Tamires
      Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

      ResponderExcluir
    5. Oi, Diane! Tudo bem? Eu amo o Matthew Quick! Já li três dos livros lançados dele aqui no Brasil e esse é o único que falta. Tenho uma história bem bacana com "A Sorte do Agora", pois comecei (a tentar) lê-lo em inglês mesmo, logo quando o lançaram lá fora. Como não consegui ler, fiquei esperando pelo lançamento aqui no Brasil. Mesmo assim, ainda não consegui lê-lo (rs), mas espero fazer isso logo! :) Adorei a resenha! <3

      Abraço

      http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    6. Oi, Diane!
      Já li várias resenhas com opiniões divergentes, mas boa parte delas eram positivas.
      Nunca li nada do Matthew, mas tenho O Lado Bom Da Vida e pretendo ler ainda esse ano.
      Eu acho super fofa essa capa.
      Beijos
      Balaio de Babados

      ResponderExcluir
    7. Oi, Diane!
      Não conhecia a premissa desse livro, mas já curti pacas, haushas. Sério, muito legal a proposta. Pretendo ler <3

      Beijão,
      Sofia - Lendo de Tudo

      ResponderExcluir
    8. Olá, Diane.
      Eu também amei o livro O lado bom da vida e leria qualquer coisa do autor. Esse eu ainda não tenho mas assim que der eu vou ler. Que bom que gostou, assim me deu mais vontade de ler ele.

      Blog Prefácio

      ResponderExcluir
    9. Olá, Diane! Tudo bem?

      Só li um livro do autor, mas adorei. Quero muito conhecer os demais títulos dele.
      Esse em especial não conhecia, mas fiquei muito feliz em conhecer aqui. Parece o tipo de livro que envolve rapidamente e nos deixa sem palavras para defini-lo ao finalizarmos a leitura.

      Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    10. Ainda não li nada do amor, mas vou colocar o livro na minha lista parece ser muito bom, adorei a resenha!

      Beijos,
      http://livrosentretenimento.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    11. Morro de vontade de ler esse livro, mas ainda não rolou. =/

      Beijos,
      Postando Trechos

      ResponderExcluir
    12. Oi Diane!
      Tão bom amarmos uma obra após outra de certo autor, né? Ainda não li nenhum do autor e fiquei feliz que você tenha gostado de mais essa. :)
      beijos ♥
      nuclear--story.blogspot.com

      ResponderExcluir
    13. Oi, Diane!
      Apesar de não ter gostado tanto de "O lado bom da vida" a ponto de virar fã do autor, "A sorte do agora" é um livro que tenho vontade de ler. O fato de ser escrito em forma de cartas contribui muito para isso.

      Beijos, Entre Aspas

      ResponderExcluir
    14. Oi, Diane! Tudo bem?
      Eu li "O lado bom da vida" e acabei gostando mais do que esperava, mas até hoje não conferi outra obra do Matthew Quick. Parece que ele tem essa pegada de lidar com personagens masculinos mais velhos passando por um problema que, consequentemente, leva a um crescimento pessoal... E o melhor é que ele sabe introduzir levemente o humor, sem soar forçado, é essa característica que espero encontrar em outros livros dele! Eu não conhecia "A sorte do agora", mas gostei da premissa, a dica está anotada! Bjs
      Jéssica S. - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    15. Eu amo os livros do Quick desde que li Perdão, Leonard Peacock <3
      Tô louca pra ler A Sorte do Agora e com a tua resenha fiquei ainda mais ansiosa haha

      Beijos
      www.colecionandoprimaveras.com.br

      ResponderExcluir