• Home
  • |
  • Sobre Mim
  • |
  • Resenhas
  • |
  • Promoções
  • |
  • Parceiros
  • |
  • Contato
  • Resenha # 116 : O Problema do Para Sempre


    Título: O Problema do Para Sempre
    Autor: Jennifer L. Armentrout
    Páginas: 392
    Editora: Galera Record
    Ano: 2017
    Adicione no Skoob


       Quando solicitei O Problema do Para Sempre não fazia a mínima ideia do que teria pela frente e talvez esse pode ter sido um dos motivos por ter me surpreendido tanto com a história. Comecei a leitura sem expectativas, não esperando muito, mas, logo fui arrebatada pela história! Simplesmente não consegui parar de ler e hoje ele ocupa um cantinho especial no meu coração e nos meus favoritos.
       O livro traz a história de Mallory Dodge, uma jovem que devido á alguns traumas da infância percebeu que só poderia sobreviver se ficasse calada. Embora quatro anos já tenham passado desde o pesadelo que viveu, ela ainda acha que o medo em seu coração pode durar para sempre. Mallory morou em um abrigo com guardiões abusivos e sofreu todo tipo de violência imaginável. Então aprendeu a ficar o mais quieta possível, a passar despercebida... A se esconder.
       Mas agora, após ter sido adotada por pais amorosos e dedicados, depois de anos tendo aulas particulares, ela tem que enfrentar um novo desafio: sobreviver ao último ano do Ensino Médio numa escola de verdade. Mallory só não imagina que logo no primeiro dia de aula daria de cara com Rider Stark, o amigo e protetor que ela não via desde criança, quando viviam juntos no abrigo.
       A garota percebe que a conexão com Rider não morreu. Está mais viva do que nunca. E ela começa a notar que não é a única que guarda cicatrizes do passado. Quando vê a vida de Rider sair do controle, Mallory precisa decidir se vai permanecer dominada pelo silêncio ou se vai lutar para encontrar a própria voz e salvar aqueles que tanto ama.
       Muitas vezes, verdades precisam ser ditas. E Mallory enfim vai descobrir que ficar em silêncio é a pior forma de proteger alguém.
       O Problema do Para Sempre é narrado em primeira pessoa pela protagonista Mallory, desta forma vamos acompanhando todos os seus medos, angustias e limitações que cercam sua vida. A narrativa de Jennifer L. Armentrout é extremamente envolvente, fácil de acompanhar e como ela vai revelando aos poucos o que realmente aconteceu no passado de Mallory e Rider a leitura se torna bastante instigante, tanto que devorei as quase 400 páginas em tempo recorde.
       Tive uma facilidade enorme em me apegar aos personagens, pois é impossível não sentir empatia por eles. Apesar da pouca da idade, percebemos facilmente que eles carregam pesos enormes que, na minha opinião, nenhuma criança ou adolescente deveria carregar. Mallory e Rider sofreram todo tipo de abuso em um lugar que deveriam ter como prioridade proteger suas crianças, além disso, eles tem que lidar com o trauma de terem sido abandonados pelos pais e de não terem um lar, desta forma, é fácil entender os motivos que levam os protagonistas a se fecharem em um mundo particular e perderem as esperanças com o restante do mundo, afinal, quem mais deveria zelar por suas seguranças foram as que mais judiaram deles quando crianças. Os personagens secundários também ganharam meu coração, como foi o caso de Jayden, Hector, Ainsley que estão longe de terem uma “vida perfeita” mas que encantam com o seu jeito de ser.
        Achei interessante que Jennifer L. Armentrout apresenta temas bem sérios como negligência e abuso infantil, drogas, preconceito entre classes sociais e o descaso da sociedade pela população mais pobre sem ser piegas, sem romantizar e de uma forma tão real que durante a leitura chega a dar a sensação que estamos diante de uma história verídica. Ao meu ver, O Problema do Para Sempre é um livro sobre manter a esperanças e a fé em dias melhores, sobre proteger quem realmente amamos, sobre relações familiares e sobre todas as formas de demonstrações de amor, afinal, esse é o sentimento mais puro, genuíno e é também um salvador de vidas.
       O Problema do Para Sempre é um livro simplesmente maravilhoso que te apaixona, que te faz chorar, que te faz refletir e que ainda te deixa querendo mais! Recomendo a leitura de olhos fechados pra todos vocês...



    13 comentários :

    1. Não conhecia o livro e nem a autora. Pela sua resenha pude perceber que é uma história bem tocante, dessas que nos marcam.

      Passei para desejar um bom fim de ano para você!

      https://meuslivrosesonhos.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    2. Diane!
      Essa questão do abuso psicológico e físico nas crianças é um caso sério mesmo.
      Fico feliz em ver que a autora soube abordar o tema de forma mais crível e mostrando que o amor de todas as formas, pode ajudar a melhorar os traumas que são deixados.
      Deve ser um livro doloroso, ao mesmo tempo, enriquecedor.
      Gostaria de ler.
      “Celebrar o Natal é crer na força do amor, é isto que transforma o homem e o mundo. Feliz Natal!” (Desconhecido)
      cheirinhos
      Rudy
      TOP COMENTARISTA dezembro 3 livros + 2 Kits papelaria, 4 ganhadores, participem!

      ResponderExcluir
    3. Gosto muito de quando o livro me cativa a ponto de se tornar o favorito, ainda mais com personagens tão cativantes como mencionou. Gostei de conhecer os temas abordados pelo livro, ainda mais que a autora não romantizou estes fatos.
      Dica anotada, espero ler.

      Beijos.
      https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

      ResponderExcluir
    4. Acho essa capa linda e adorei saber que os personagens apesar de novos, são envolventes e maduros. Amo quando isso acontece e acho que vu curtir essa leitura.
      MEU AMOR PELOS LIVROS
      Beijos

      ResponderExcluir
    5. Olá, acho que essa é a primeira resenha que leio desse livro (muito boa, por sinal) e já fiquei com vontade de ler o livro. Além da capa marcante, o livro tem um enredo muito interessante ao falar sobre esses personagens que já passaram por tantas situações difíceis sem os pais.

      ResponderExcluir
    6. Olá!
      Eu adoro a escrita dessa autora e nessa obra parece realmente bem envolvente e com temas muito bons para leitura. Escrever sobre esses temas não é pra qualquer autor e ainda manter a qualidade da trama. Certamente entra pra minha lista de leituras.
      Beijos!

      Camila de Moraes

      ResponderExcluir
    7. Gostei muito dessa leitura, Mallory mesmo tão quieta sabe como encantar as pessoas, a unica coisa que de fato me incomodou foram as passagens de tempo, uma hora parecia que tudo acontecia em segundos e em outra pareciam anos... No mais, foi uma leitura muito gostosa e essa capa realmente tem um importante significado para a leitura.

      ResponderExcluir
    8. Este comentário foi removido pelo autor.

      ResponderExcluir
    9. Não conhecia essa obra e nunca tinha ouvido falar dessa autora! Tua resenha me deixou super curiosa para conhecer a escrita da Jennifer L. Armentrout, afinal, escrever sobre esse assunto, com certeza, não é uma tarefa fácil, obrigada pela dica!
      beijos

      ResponderExcluir
    10. Oiee ^^
      Fico feliz em saber que você gostou tanto do livro, mas comigo aconteceu o contrário. Apesar de ter sentido a dor dos personagens, não consegui gostar deles, principalmente porque a Mallory fazia tudo o que Rider lhe dizia para fazer, e eu odiei que a autora enfiou um monte de problemas nas vidas dos personagens secundários para deixar por aquilo mesmo. Ela nem se deu o trabalho de desenvolvê-los melhor ou de lhes dar um final digno, e isso me fez quase odiar o livro.
      MilkMilks ♥
      http://shakedepalavras.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    11. Oi, tudo bem?
      Eu ainda não li esse livro, mas estou bastante curiosa. Já li outro livro da autora e achei a escrita dela muito envolvente. Além disso, os personagens que ela escreve são realmente muito cativantes, então, acredito que terei a mesma facilidade que você teve para me apegar aos personagens desse livro.
      Outro ponto que gostei bastante é a autora não revelar logo no início o que aconteceu com eles, assim, acho que ficarei mais instigada a ler logo para descobrir o que aconteceu.
      Adorei sua resenha e espero ler este livro em breve.
      Beijos!

      ResponderExcluir
    12. Oláa, tudo bem?? Gostei muito da sua resenha e ver que gostou tanto da leitura. A premissa do O Problema me lembrou dois outros livros: Just Listen e Fale!. Parece um livro extremamente tocante e espero ter a oportunidade de realizar a leitura em breve :D

      Beijos!

      ResponderExcluir
    13. Oi, Diane. Nossa, eu já tinha ouvido falar nesse livro, mas sempre passei direto por ele, sem dar atenção ao que trazia no enredo. Mas, confesso que sua resenha me cativou completamente, e eu fiquei com muita vontade de ler. Amo livros que abordam essas temáticas densas, intensas e que mexem conosco profundamente.

      ResponderExcluir