• Home
  • |
  • Sobre Mim
  • |
  • Resenhas
  • |
  • Promoções
  • |
  • Parceiros
  • |
  • Contato
  • Resenha # 104 : Time Humanos



    Título: "Time Humanos"
    Autor: Justine Larbalestier e Sarah Rees Brennan
    Páginas: 352
    Editora: Galera Record
    Ano: 2017
    Adicione no Skoob


       Quando bati o olho em Time Humanos fui inundada por uma sensação de nostalgia, pois, anos atrás, quando estava aquela febre vampiresca graças aos livros da Stephenie Meyer e L.J. Smith, eu amava tudo que envolvia esses seres, então, me senti na obrigação de me jogar novamente nesse universo para relembrar os velhos tempos. O resultado foi uma leitura agradável e cheia de boas recordações...
        O livro se passa em uma cidade chamada New Whitby, onde vampiros e humanos vivem pacificamente juntos, e é nessa cidade que conhecemos Mel, uma garota que nunca se deu muito bem com esses seres chupadores de sangue. Para Mel, a idéia  de se transformar em alguém que não está nem vivo nem morto lhe dá calafrios. Vampiros perdem a capacidade de sorrir... Mel não consegue sequer imaginar uma vida (a eternidade, precisamente) sem amar, sem sorrir. Isso sem falar que, durante a transformação, se as coisas derem errado, você se torna um zumbi. E aí eles matam você. Acabam com tudo. Enfim, é um risco grande demais que não compensa nem se cogitar pensar numa possível transformação.
       Desta forma, quando Cathy, sua melhor amiga, se apaixona pelo vampiro Francis Duvarney, Mel fica completamente apavorada e se empenha a separar o casal. Francis é arrogante, formal, metido a esperto, esplêndido demais, lindo de morrer... E Mel definitivamente precisa fazer algo antes que sua doce amiga decida fazer a irreversível transformação.
      Para piorar ainda mais a relação de Mel com o namorado da amiga, a garota suspeita que esse tal de Francis está usando Cathy e seus amigos num plano que não tem nada a ver com amor, Mel passa a dedicar seus dias a desvendar a verdade por trás do vampiro e a fazer sua amiga enxergar que aquele é um amor sem futuro, sem jeito, abominável.
       Mas talvez, quem sabe, ela esteja sendo um pouco preconceituosa...Mel ainda tem muito o que descobrir e aprender sobre essas criaturas...
       Time Humanos é narrado em primeira pessoa sob o ponto de vista de Mel, uma garota que vive numa cidade  habitada por vampiros, mas, que sente total aversão por eles. Achei interessante que as autoras Justine e Sarah criaram um universo super interessante, cheio de detalhes sobre as transformações humanos/vampiros, seus estilos de vidas, o que “possivelmente” são mitos e verdades sobre esses seres e a inusitada convivência entre vampiros e humanos, já que no cenário onde se passa o livro essas criaturas já vivem normalmente junto com seres humanos, inclusive, a criatividade das autoras foram tanta que elas criaram até programas do governo que dão licenças pra quem quer se transformar e se responsabilizam pelas transformações mal sucedidas. Tudo isso é envolto numa narrativa fluída, leve e muito bem humorada.
        Os personagens teve seus altos e baixos, achei Mel meio irritante e preconceituosa, em alguns momentos pode até ser compreensível, porque sua intenção é ajudar e proteger seus amigos, mas, quem julga uma pessoa (seja vampiro ou não rsrs...) sem antes conhecê-lo é, na minha opinião, uma atitude muito mesquinha e raramente ganha o meu carinho, então, não consegui me envolver completamente com essa personagem. Por outro lado, eu adorei os personagens secundários! Gostei muito, muito mesmo de Kit, um humano que foi criado por vampiros, ele tem uma personalidade bem interessante e cheio de bom humor. Cathy e Francis também tem seus encantos e eles são tão meigos juntos que é impossível não torcer por eles! Os outros amigos de Mel aparecem pouco, mas, também consegue cativar o leitor. Em suma, posso dizer que os personagens são todos adoráveis, minha única ressalva é mesmo a Mel, não consegui me conectar com ela.
        Apesar de ter tido essa relação de amor e ódio com a protagonista, gostei de acompanhar o seu amadurecimento ao longo da trama, parece que a intenção das autoras era justamente mostrar uma personagem preconceituosa em relação aos vampiros, mas, que pouco a pouco começa abrir mais a mente a aceitar as pessoas como elas realmente são. Em meio a tudo isso, fica até mesmo essa dica para a vida real, que devemos conhecer mais as pessoas, sem antes julgá-las, pois cada um é cada um e toda essa diversidade é que deixa o mundo interessante, pois, já pensou como seria aterrorizante se todos nós pensássemos da mesma forma?
        Enfim, Time Humanos é uma leitura agradável, adorei relembrar os velhos tempos ao ler esse livro e adorei mais ainda conferir essa mundo original criado por Justine Larbalestier e Sarah Rees Brennan! Recomendo Time Humanos para quem curte livros sobre vampiros e também para quem os odeia, pois, certamente você vai se identificar com a protagonista...




    10 comentários :

    1. Oii Diane

      Não sei porquê mas tenho o pé atrás com esse livro, mesmo amando fantasias e livros mais juvenis como este. No momento não me chama a atenção, me parece ser bacaninha e tals, mas não sinto que seja uma leitura pra mim por agora.

      Beijokas

      aliceandthebooks.blogspot.com

      ResponderExcluir
    2. ¡Que hermosa portada, me recuerda muchísimo a la de Marissa Meyer, Heartless!
      La verdad es que no sé si me animo a leerlo, en sí la trama me ha llamado la atención, pero no sé si podría terminar decepcionándome como lo han hecho algunos otros libros últimamente. No sé, además que yo soy mas tema Jacob (me gustan más las novelas de hombres lobos que las de vampiros)xD
      Nos leemos,
      MAR

      ResponderExcluir
    3. Olá, tudo bem?
      Sua resenha me deixou com saudades de livros de vampiro, sempre gostei muitooo mas faz um tempão que li algum desse tipo, portanto, irei anotar a dica, com certeza vou conferir depois!
      Beijos.

      ResponderExcluir
    4. Olá!
      Não conhecia o livro, mas de cara, só pela capa, já me animei! Haha
      Gostei mais ainda ao saber da temática, que é uma que não leio há um tempão. Suas considerações também contribuíram com meu interesse na obra. Dica anotada!

      ResponderExcluir
    5. Oi, nossa, não sabia nada sobre esse livro e, para falar a verdade, desde que Crepúsculo acabou, acho que a temporada de vampiros foi junto. Então, não acho que seria um livro que leria hoje, por exemplo. Poderia ter lido antes. Durante a leitura da sua resenha, percebi que Mel era meio "chatinha", principalmente por essa sua ideia de superproteção dos amigos.

      www.porredelivros.com

      ResponderExcluir
    6. Olá Diane!

      Primeiramente, gostei da capa do livro. É bem bonita!
      Olha, quando saiu Crepúsculo eu também fui fã dos livros, comprei box com todos os livros e cai no hype. Odiei todos os filmes mas gostava dos livros.

      Também fui fã por 6 temporadas de The Vampire Diaries e li os livros também. Mas depois passou e hoje não acompanho nada.
      Legal reviver essas leituras que nos lembram da adolescência né?

      Adorei sua resenha, parece ser um livro divertido para ler num fim de semana.
      Um grande beijo.

      ResponderExcluir
    7. Oi Diane!

      Achei a capa super linda, mesmo não conhecendo antes desse post, rsrsrs. Porém, não curto muito histórias de vampiros, então não me interessei muito por ela.
      Dessa vez vou passar a dica.
      Bjss

      http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    8. Nunca tive esta coisa de amar certo tipo de personificação, mas acho que gostaria deste livro pela interação de personagens, mas quando um é meio chatinho eu já fico brava sabe? Mas a capa é tão fofinha que parece livro de romance, né?

      Greice

      Blogando Livros

      ResponderExcluir
    9. Oi, Diana!
      Apesar de ter vampiros, o livro é bem adolescente, né?
      Estou fugindo desse estilo no momentos. rsrs... Bom, darei uma chance ao livro mais para a frente, porque adoro leituras leves. ^^
      Obrigada pela dica!
      Beijão!
      http://www.lagarota.com.br/
      http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

      ResponderExcluir
    10. Oi. Tudo bem?
      Eu não tenho um relação muito boa com histórias de vampiros, tanto que não me envolvi muito com a série Crepúsculo. Cheguei a ler alguns dos livros, mas não consegui terminar a série. Mas agora estou tentando dar um chance ao gênero, incluso estou lendo Deixa ela entrar, um livro sueco de vampiros, não sei se já leu? Como estou tentando dar uma chance ao gênero já anotei aqui Time Humanas, pois parece ser um história, apesar dos preconceito da protagonista. Adorei a dica.
      Abraço

      ResponderExcluir