• Home
  • |
  • Sobre Mim
  • |
  • Resenhas
  • |
  • Promoções
  • |
  • Parceiros
  • |
  • Contato
  • Resenha # 88 : Tudo e Todas as Coisas



    Título: "Tudo e Todas as Coisas"
    Autor: Nicola Yoon
    Páginas: 280
    Editora: Arqueiro
    Ano: 2017
    Adicione no Skoob


          Como hoje é a estréia de Tudo e Todas as Coisas nos cinemas,  não poderia trazer outra resenha que não fosse desse livro queridíssimo da Nicola Yoon, né? Essa foi minha primeira experiência com a autora e confesso que fiquei encabulada com a capacidade que a autora tem de envolver o leitor na história, tanto que concluí a leitura em apenas um dia!
       O livro traz a história de Madeline Whittier, uma garota de 18 anos que vive alheia ao mundo. Isso porque ela tem uma doença rara e famosa, uma imunodeficiência combinada grave, que a deixa simplesmente alérgica de tudo e todas as coisas. Qualquer coisa pode provocar uma crise, desde um  perfume ou um tempero, a até mesmo, um aperto de mão, desta forma, Maddie acaba se tornando uma prisioneira em sua própria casa, e em todos esses dezoito anos de vida ela nunca sequer saiu de casa, pois, até a brisa poderia infectá-la. As únicas pessoas que ela vê são sua mãe e sua enfermeira, Carla, que a trata com muito carinho.
       Acostumada a viver á margem do mundo, Maddie acaba se acostumando com sua vida solitária, até que um dia ela vê da janela de seu quarto um caminhão de mudança parando em frente sua casa. A primeira coisa que ela nota nos novos vizinhos é um garoto vestido todo de preto, alto e magro, e por mais que eles estejam distante um do outro, o garoto, Olly, percebe ser olhar e durante alguns poucos segundos eles já prevêem o que está por vir.
       A partir daí, Maddie já não consegue mais se satisfazer com sua própria vida, ainda mais, quando ela consegue driblar sua mãe e passa a receber visitas de seu querido Olly, é claro, que ele passa por todo um processo de descontaminação e é tudo sem toques, mas, mesmo assim ela corre muitos riscos, qualquer coisa pode causar uma catástrofe... Mas, tudo envolve riscos. Não fazer nada também é arriscado. E Maddie tem que decidir se prefere dar continuidade em sua vida isolada, ou se prefere se arriscar e aproveitar o dom da vida.
       Tudo e Todas as Coisas é uma leitura extremamente fluída, as páginas praticamente voam e quando assustamos o livro já chegou ao fim.  O livro é narrado em primeira pessoa pela protagonista Maddie, desta forma, ficamos por dentro de todos os seus medos e anseios em relação a sua doença e  sobre todas as suas privações. Nicola Yoon sabe muito bem entreter e cativar o leitor, durante a leitura é impossível não se colocar no lugar da protagonista, e é claro, se perguntar como nos comportaríamos caso estivéssemos passando pela mesma situação de Maddie. Gostei bastante da escrita da autora e a forma que ela conduziu a história e, com certeza, quero conhecer outras obras de Nicola.
        O que mais me chamou a atenção durante a leitura é a coragem de Maddie, qualquer garota de 18 anos, com toda vida pela frente, poderia muito bem entregar os pontos, se tornar uma garota amarga, depressiva, mas, contrariando toda a lógica, Maddie vive uma vida feliz, e mesmo sendo privada de coisas essenciais como ter amigos, frequentar escola, namorar ela se contenta com sua vida solitária e se satisfaz mesmo não tendo quase nada. Desta forma, quando Olly entra em sua vida Maddie começa a ter um gostinho a mais do mundo a sua volta, e quando ela percebe que existem uma infinidade de coisas e sentimentos para serem explorados ela percebe quão pequeno é seu mundinho. Essa percepção deixa a leitura bastante comovente, e é muito inspirador ver ela lutando pela vida, lutando pra ser normal e sendo capaz de enfrentar todos os riscos para aproveitar a vida.
        Além da doença e consequências provocadas da vida de Maddie, o livro traz outros dilemas inseridos na vida dos personagens secundários, como os atritos na família de Olly, e por mais que estes foram tratados mais superficialmente sob os olhos de Maddie, conseguimos sentir as mensagens da autora e isso faz com que torcemos muito por eles e nos emocionamos do mesmo jeito. Outro fato que me impressionou bastante, foi o final... E que final! Não vou falar muito aqui pra não estragar a leitura de vocês, mas, me surpreendeu demais, nunca imaginei que acabaria daquela forma.
         Enfim, Tudo e Todas as Coisas é uma leitura inspiradora, comovente, linda, que fala sobre  sonhos, esperança, amor e todos os riscos que estão acarretados nesse sentimento. Finalizando essa resenha só me resta um pedido: Leiam, por favor, leiam!



    8 comentários :

    1. Olá!
      Esse livro está na lista de desejados e estou me segurando para não assistir ao filme antes de ler. Gostei muito dessa premissa e só em saber que a protagonista é otimista ajuda bastante, pois personagens que são amargos deixam a leitura bem arrastada rs' gostei muito da sua resenha, só me deixou mais animada para ler o livro, coisa que pretendo fazer o mais rápido possível.

      beijos!
      https://blogdatahis.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    2. Oiii flor, tudo bem???
      Eu ainda não li esse livro mas pelas resenhas que tenho visto, já estou louca pra pelo menos ver o filme...
      Mesmo que não seja o meu estilo de leitura, a sua resenha me deu vontade de procurar um pouco mais sobre essa história. Nós sempre precisamos conhecer uma história inspiradora não é mesmo?
      Já estou curiosa pra saber o que aconteceu nesse final KKKKKK
      Beeijos

      ResponderExcluir
    3. Nossa preprara o lenço para ler esse livro. Nossa parece ser emoção do início ao fim.

      Ao ler essa resenha o primeiro livro que me veio em mente foi é o É culpa é das estrelas.

      Não sabia que o filme na verdade tinha base em um livro.

      Parabéns pela resenha, ficou maravilhosa.

      Beijos

      ResponderExcluir
    4. Estou querendo muito ler esse livro e a sua resenha me deixou ainda mais curiosa,percebe-se que você curtiu bem a leitura.
      A protagonista parece ser daquelas que cativam o leitor,e isso sem dúvida ajuda na leitura.

      ResponderExcluir
    5. Oiee!!
      Não conhecia o livro e a história, mas achei super interessante...
      Gostaria de ver como a autora desenvolveu essa personagem e como ela lida com essa doença tão incomum...
      Vou procurar saber mais...
      Um beijo!

      www.asmeninasqueleemlivros.com

      ResponderExcluir
    6. Eu li esse livro ano passado e me surpreendi bastante também com a escrita da Nicola.
      O mais legal do livro é que ele trás um tema novo e é escrito de forma bem diferente, aí o leitor se prende mto na narrativa.
      Só não gostei muito do final, achei ele meio apelativo afinal ela também não tinha culpa.
      Mas é um ótimo livro com certeza

      ResponderExcluir
    7. Oi
      Tudo bem
      realmente adorei tudo, a escrita da autora e o jeito como é fluida me fez ler o livro em um dia e não querer larga-lo até que eu terminasse. Realmente fiquei decepcionada com o final , eu esperava mais e queria mais da Maddy e do Olly, mas a leitura desse livro foi como você disse valeu muito a pena.

      ResponderExcluir
    8. Oi Diane,
      Adorei a sua resenha! Eu amei o livro O Sol Também é Uma Estrela, da mesma autora e também li super, mega hiper rápido, pois eu amei a narrativa. Espero ler tudo e todas as coisas em breve. Todo mundo que leu fala do final marcante e estou super curiosa.
      Beijos

      ResponderExcluir