• Home
  • |
  • Sobre Mim
  • |
  • Resenhas
  • |
  • Promoções
  • |
  • Parceiros
  • |
  • Contato
  • Resenha # 74 : 1 Milhão de Motivos Para Casar



    Título: " 1 Milhão de Motivos Para Casar"
    Autor: Gemma Townley
    Páginas: 392
    Editora: Record
    Ano: 2015
    Adicione no Skoob


          Não é novidade pra ninguém que sou completamente obcecada por chick-lits, minha estante é repleta deles e sempre que vou a alguma livraria acabo sempre trazendo mais livros desse gênero, então, quando encontrei 1 Milhão de Motivos Para Casar  foi praticamente amor á primeira vista e não sosseguei enquanto não o levei pra casa. O livro é escrito por Gemma Townley, irmã de Sophie Kinsella, e ela segue a mesma linha divertida da irmã.
       O livro traz a história de Jessica Wild, uma jovem completamente focada em  trabalho e que considera um desperdício de tempo ter uma vida amorosa. Ela mora com sua amiga Helen e o único parente vivo que tem é sua avó, uma mulher amarga e rancorosa, que coloca na cabeça da neta que beleza e homens nunca levam ninguém a nada, o que fez com que Jessica se tornasse uma jovem diferente, sem festas, amigos e namorados. Tendo uma rotina bem bem tranquila, sem grandes acontecimento, Jess visita sua avó na casa de repouso todos os dias, e é lá que conhece e se torna muito próxima de Grace, uma velhinha totalmente diferente de sua avó, que adora livros românticos e vive sonhando com histórias de amor.
       Para não contrariar sua amiga, que já não estava muito bem de saúde, Jess acaba inventando uma história de amor com o seu chefe Anthony Milton. Inicialmente, ela não imaginou que Grace levaria a história a sério, pois,  só estava fazendo aquilo para agradar a amiga, porém, Grace acaba falecendo e deixa uma fortuna de 4 milhões de libras para Jessica Milton, aquela que Grace acreditava ser a recém esposa de Anthony Milton. Não era intenção nenhuma de Jess aceitar essa herança, mas após saber que se não o fizesse, tudo seria entregue ao governo, visto que Grace não possuía parentes, ela decide que não pode recusar. Então com a ajuda de sua amiga Helen, ela se empenha a se tornar a senhora Milton e administrar a herança e propriedade deixada por Grace.
       Contudo, fazer com que um homem como Anthony, baladeiro, popular e mulherengo, se apaixonasse para alguém como Jess, não parecia nada fácil, e foi aí que o Projeto Casamento surgiu. Jess teria 50 dias para se tornar a senhora Milton, e isso exigiria muitas mudanças, começando por uma repaginada no visual e uma nova personalidade. Só o que Jessica não contava era descobrir que ela não era realmente a pessoa que imaginava ser, e que a ideia que ela tinha do amor pode ser bem melhor do que pensava.
       1 Milhão de Motivos Para Casar é um chick lit maravilhoso, com uma narrativa fluída e narrado em primeira pessoa pela protagonista Jessica Wild, o que nos permite ter acesso a todas as suas ideias mirabolantes para se tornar a Sra. Milton. Eu nunca tinha lido nenhum livro da Gemma Townley, mas já me apaixonei pela escrita da autora logo de cara. O fato dela ser irmã da Sophie Kinsella,  faz o leitor dar aquela comparada e, particularmente, depois de ler um livro da Sophie e um da Gemma, posso dizer que ambas são perfeitas e cada uma escreve maravilhosamente á sua maneira.
        Amei o personagem de Jess, ela é engraçada, sincera, prática e não tem a mínima vocação pra seduzir, conquistar, ser uma mulher fatal. E é exatamente nisso que ela tem que se transformar para tentar conquistar seu chefe, para que ele possa ao menos saber que ela existe.O treinamento de Jess para se tornar uma mulher sedutora é hilário e permite que o leitor dê boas gargalhadas durante a leitura, mas, também contribui para a evolução da protagonista que passa a enxergar a vida de outra forma, sem se importar com a opinião alheia e focando apenas em sua felicidade.
       Apesar do lado cômico da obra, a autora faz o leitor refletir bastante sobre aparências, nos levando a perceber que sempre devemos fugir dos rótulos e de errôneos julgamentos, pois, o que é errado para alguns pode ser certo para outros. Afinal, não existe nada pior do que viver em uma vida de falsidade, sob pretextos que ferem a nós mesmos só porque achamos que devemos ser alguém diferente ou representar um papel para atingir os nossos objetivos.
       Enfim, 1 Milhão de Motivos Para Casar é uma leitura super leve e a história é fofa sem ser água com açúcar demais. Eu nunca tinha lido um livro que me fizesse rir tanto quanto esse e acredito que todo leitor de chick lit irá favoritá-lo, assim como eu. Leiam, por favor, leiam!



    23 comentários :

    1. Ai, gente, eu já amei esse livro, de verdade.
      Eu não leio muito chick lit, mas esse conquistou meu coração e até fiquei imaginando as enrascadas que ela se meteria. Obrigada pela indicação, já anotei o nome <3
      Beijos!

      ResponderExcluir
    2. Vou te dizer que chick-lit nunca foi minha primeira opção de leitura, principalmente depois que eu detestei um que é muito querido por todos. Mas esse aqui aguçou minha curiosidade e sua resenha está muito boa!!
      Bjs

      ResponderExcluir
    3. Oi Diane! Tudo bem?

      Comprei o ebook ano passado mas ainda não li! Agora fiquei com vontade de conferir, adooro um bom chick lit <3

      Bjs, Mi

      O que tem na nossa estante

      ResponderExcluir
    4. Oiii, tudo bem?
      Fiquei apaixonada pela sua resenha menina, não conhecia mesmo esse livro e fiquei até gostando da história, gosto de enredos com noivas e essa capa está uma belezinha, chick lit me encantam.
      Beijinhos da Morgs!

      ResponderExcluir
    5. Olá Diane, tudo bem?
      Owmm que resenha linda e que obra maravilhosa. Não conhecia a autora e não fazia ideia de que a Sophie Kinsela tem uma irmã escritora. Bem se segue o estilo da irmã é uma obra maravilhosa mesmo. Claro que vou adquirir. O quanto antes por sinal. Beijos

      ResponderExcluir
    6. Olá linda,

      Fiquei encantada com esse enredo. Deve ser hilário toda essa mudança que a personagem tem que passar para poder tentar conquistar seu chefe e cumprir sua missão.

      A autora deve ser tão talentosa quanto sua irmã.

      Beijos!

      ResponderExcluir
    7. Oie!
      Eu não sou muito fã de chick-lit, mas leio.
      Afinal todas as histórias tendem a ser leves e divertidas, clichês, mas gostosas de ler.
      Se eu ganhasse esse leria com certeza.

      ResponderExcluir
    8. Que fofura a capa desse livro. Gosto do gênero, apesar de não ler com frequência, ainda não li nada da autora e nem da irmã, então, nem tenho parâmetros para comparar, mas pretendo conhecer a escrita das duas em breve.
      Bjim!
      Tammy

      ResponderExcluir
    9. OOi!
      Esse livro parece ser bem divertido e envolvente; e essa capa está um amooor de linda! :) Ótima resenha, me deixou cheia de vontade de realizar a leitura.
      Beijoos!

      ResponderExcluir
    10. Talvez por não ler tanto chick-lit, este livro não chamou tanto minha atenção. Mas por tudo que li, acredito mesmo que os fãs do gênero vão gostar.
      Bjs

      ResponderExcluir
    11. A minha colunista que leu ele é amou. Já tem um tempinho que ela fez a leitura. Mas até hoje ela me diz para eu dar a chance. Lendo sua resenha só me deu mais vontade ainda de ler. Parabéns.

      Beijão.

      ResponderExcluir
    12. Oi
      Eu vi esse livro no catálogo da editora, não solicitei, primeiro, por não curti chick lit, depois, quando li a sinopse, já sabia que não era mesmo meu estilo, agora, lendo sua resenha, que ficou ótima, definitivamente, não sou o público alvo.

      ResponderExcluir
    13. Oi Diane!
      Eu amei a capa e também gosto de chick lit. A sua resenha me fez ficar super curiosa com a leitura, vou anotar a dica e tentar ler em breve.
      Beijo

      ResponderExcluir
    14. Oie!
      Eu ainda não tive a oportunidade de ler o livro, mas depois de dizer que é um chick-lit, fiquei bem empolgada.
      Eu gosto de livros assim,bem fofinhos.
      Bjks!
      Histórias sem Fim

      ResponderExcluir
    15. Oi, tudo bem?
      Adoro chick lits e gostei bastante da premissa deste livro e da capa também!
      Bjs

      ResponderExcluir
    16. Oi!
      Eu adoro chicklit e há tempos não leio um mas já estou pensando em colocar esse na lista de leituras pois achei a premissa muito agradável. Parece ser uma jornada bem divertida a que a protagonista tem pra conseguir seu casamento e sua herança e fiquei muito cpra saber como tudo termina.
      Beijos!

      ResponderExcluir
    17. Olá,

      O livro parece ser bem fofinho, não é? Eu adoro chick-lit e essa seria uma obra que leria sem dificuldades. Adorei conhecer esse livro, vou adicionar aos meus desejados, pois estou necessitado de ler um livro leve como esse!

      http://desencaixados.com/

      ResponderExcluir
    18. Olá! É tão bom quando lemos um livro e sentimos essa sensação. Parece ser um livro bonito, divertido e com leitura agradável. Vale a pena conhecer. Muito boa sua resenha, bjoooooo

      ResponderExcluir
    19. Olá!

      Não sabia que a Sophie tinha uma irmã escritora, mas gostei muito dessa premissa. Primeira resenha que leio dele e já estou apaixonada pela trama!! Agora não sei se ela vai conseguir, espero que sim! hahaha

      ResponderExcluir
    20. Este comentário foi removido pelo autor.

      ResponderExcluir
    21. Oi! Já adorei saber que a Sophie Kinsella tem uma irmã escritora e que segue o mesmo estilo. Depois de ler a sua resenha já vou adicionar à minha lista, porque amo romance com humor e porque também sou fã de chick-lit. Com certeza vou amar a leitura.
      Beijo :*

      ResponderExcluir
    22. Olá!
      Eu também adoro um bom chick-lit, ainda mais sendo da irmã da grande Sophie hahahaha Fiquei bem curiosa para ler, apesar de esse título não me chamar a atenção em nada, porque casamento não é minha praia. Mas parece ser uma história muito gostosa de conferir.
      Beijos.

      ResponderExcluir
    23. Oii, tudo bem?
      Eu tenho que dizer que eu já amei esse livro mesmo antes e o ler S2. E tenho que confessar que a premissa dele me lembrou muito a e Mentira Perfeita da Carine Rissi, eu não li nenhum, mas acho que a historia é parecida. Mas com certeza ambos estao na minha lista.

      ResponderExcluir