• Home
  • |
  • Sobre Mim
  • |
  • Resenhas
  • |
  • Promoções
  • |
  • Parceiros
  • |
  • Contato
  • Aceita uma indicação?

    Olá, pessoal!
    Hoje é dia de mais um post da coluna Aceita uma indicação?, espaço reservado para indicar livros pra vocês. Vamos conferir o indicado de hoje?

     Toda Luz Que Não Podemos Ver foi sem sombra de dúvidas o melhor livro que li este ano, então, nada melhor do que indicá-lo por aqui, né?

    Título: Toda Luz Que Não Podemos Ver
    Autor: Anthony Doerr
    Sinopse: Marie-Laure vive em Paris, perto do Museu de História Natural, onde seu pai é o chaveiro responsável por cuidar de milhares de fechaduras. Quando a menina fica cega, aos seis anos, o pai constrói uma maquete em miniatura do bairro onde moram para que ela seja capaz de memorizar os caminhos. Na ocupação nazista em Paris, pai e filha fogem para a cidade de Saint-Malo e levam consigo o que talvez seja o mais valioso tesouro do museu. Em uma região de minas na Alemanha, o órfão Werner cresce com a irmã mais nova, encantado pelo rádio que certo dia encontram em uma pilha de lixo. Com a prática, acaba se tornando especialista no aparelho, talento que lhe vale uma vaga em uma escola nazista e, logo depois, uma missão especial: descobrir a fonte das transmissões de rádio responsáveis pela chegada dos Aliados na Normandia. Cada vez mais consciente dos custos humanos de seu trabalho, o rapaz é enviado então para Saint-Malo, onde seu caminho cruza o de Marie-Laure, enquanto ambos tentam sobreviver à Segunda Guerra Mundial.Uma história arrebatadora contada de forma fascinante. Com incrível habilidade para combinar lirismo e uma observação atenta dos horrores da guerra, o premiado autor Anthony Doerr constrói, em Toda luz que não podemos ver, um tocante romance sobre o que há além do mundo visível.
    Em Toda Luz Que Não Podemos Ver, encontramos os protagonistas Werner e Marie-Laure, que na minha opinião, são personagens inesquecíveis e que  me impressionaram pela sua simplicidade e genialidade, ao mesmo tempo. Marie-Laure é praticamente uma heroína, pela sua coragem; já Werner, é um garoto inocente e extremamente inteligente que teve sua infância sugada pelo nazismo. 
       O que mais me impressionou no livro foi a carga emocional que a história carrega, onde podemos sentir perfeitamente o amor imenso que o pai de Marie-Laure carrega pela filha, o amor fraternal entre Werner e Jutta, enfim, o autor trabalha muito bem com sentimentos, tanto que diversas vezes meus olhos encheram de lágrimas. Outro fato que emociona bastante é quando os personagens vão percebendo que na guerra nada dependem deles, que eles são obrigados a seguir ás ordens das autoridades, como foi o caso de Werner que criava equipamentos sabendo que essas criações custariam vidas de seres humanos.
       Enfim, Toda luz que não podemos ver foi um livro que me emocionou, me fez refletir e me deixou triste quando tive que fechar o livro e me despedir dos personagens... Super recomendo  a leitura e digo com toda a certeza que essa obra não é mais um livro sobre a 2ª Guerra, e sim, um dos melhores que já li.


    E vocês já leram? Pretendem ler?
    Beijos e até o próximo post :)



    17 comentários :

    1. Tenho esse livro em e-book e ainda não li, mas só vejo coisas positivas sobre ele. E espero que ele seja um dos melhores livros para mim também. ;)

      Beijos. (http://psamoleitura.blogspot.com.br)

      ResponderExcluir
    2. Oiii

      Já ouvi falar muito desse livro, uma história bem profunda sem dúvidas. Obrigada pela recomendação, fica anotadinha pra quando surgir a oportunidade

      Beijos

      unbloglitteraire.blogspot.com.ar

      ResponderExcluir
    3. Já vi muita gente falando que esse livro vale muito a leitura. Acredito que a carga emocional dele seja grande, a sinopse já mostra um pouco né.
      Beijinhos, Helana ♥
      In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

      ResponderExcluir
    4. Oi Diane!

      Poxa, que resenha linda. Fiquei mega curiosa agora, gostei do enredo, parece ser realmente um livro que emociona e depois vem a famosa ressaca rs

      Bjs, Mi

      O que tem na nossa estante

      ResponderExcluir
    5. Oie :)
      Tudo bem? Eu lembro que em alguma turnê intrínseca que eu fui, esse livro foi super elogiado, na época fiquei mega curiosa para ler, mas depois acabei esquecendo devido a pilha enorme. Seu post me fez curiosa novamente e acho que finalmente posso dar uma chance ao livro.

      Beijos

      ResponderExcluir
    6. Oi, Di!
      Eu meio que brochei depois que vi umas resenhas negativas sobre esse livro, mas ele ainda anda na listinha de futuras leituras.
      Beijos
      Balaio de Babados

      ResponderExcluir
    7. Oi
      gostei do nome da coluna, eu quero muito ler esse livro gosto de livros que se passam na guerra, a história desse parece ser muito boa a leitura.

      momentocrivelli.blogspot.com

      ResponderExcluir
    8. Olá Diane, esses livros são bem tocantes, eu gosto de ler, mesmo sabendo que é um livro bem intenso. Adorei a indicação. Bjkas

      ResponderExcluir
    9. Ola Diane eu já li muitos elogios a esse livro, e no momento estou gostando de ler livros que mexam e abalem minhas emoções, a capa está linda acredito que será uma leitura gratificante. ótima dica. beijos

      Joyce
      www.livrosencantos.com

      ResponderExcluir
    10. Mas gente... eu tenho esse livro, mas não sabia que era tão bom assim! Até agora eu não tinha lido nenhuma resenha sobre ele, por isso estava nesse abismo de falta de informação sobre ele. Fico feliz em saber que não é igual aos outros livros sobre a segunda guerra, mas ainda assim no momento eu não irei o ler. Isso porque, pelo que você disse, ele emociona demais e no momento não estou conseguindo ler livros que me façam chorar.

      Bjs.

      www.ciadoleitor.com

      ResponderExcluir
    11. Li muitos comentários a respeito desse livro, todos bem elogiosos, diga-se de passagem. Não sei, no entanto, se leria por agora; não é o tipo de livro que costumo ler. De qualquer forma, foi bom saber mais a respeito da história e conhecer mais uma leitora admirada.
      Beijos!

      ResponderExcluir
    12. Olá!
      Não conhecia o livro ainda, mas a história é bem do tipo que eu gosto e me chamou muito a atenção. Só não sei se leria agora ou um pouco mais para frente.
      Beijos.
      http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

      ResponderExcluir
    13. Oi, Diane! Lembro de ter lido a resenha dele aqui. E faz tempo que está na minha lista de desejados.

      Beijos, Entre Aspas

      ResponderExcluir
    14. Olá, Diane.
      Aceito a sua indicação sim e já coloquei ele na minha lista. O livro parece ser lindo e espero gostar.

      Blog Prefácio

      ResponderExcluir
    15. oi, tudo bem?
      adorei a indicação. Adoro livros com uma carga mais dramática e bem construídos
      beijos
      http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    16. Eu fiquei muito animado com o lançamento deste livro, e fiquei ainda mais feliz ao ganha-lo em um top comentaristas de um blog por ai. Entretanto, ainda não cheguei a le-lo. Mas estou ansioso para poder o ler logo, pois já li muitas resenhas ótimas dele.

      Abraços,

      Blog Decidindo-se \o/

      ResponderExcluir
    17. Não ouvi falarem muito desse livro, mas a capa é linda! E eu gostei da idéia da coluna ❤

      Beijos

      http://aguardandoogatobranco.blogspot.com/

      ResponderExcluir