• Home
  • |
  • Sobre Mim
  • |
  • Resenhas
  • |
  • Promoções
  • |
  • Parceiros
  • |
  • Contato
  • Literatura ao Cubo

    Olá, pessoal!
    Hoje trago mais uma atualização da coluna Literatura ao Cubo, espaço onde indico três livros de temas semelhantes. E nesse mês resolvi falar sobre um tema que gosto bastante na literatura, Segunda Guerra Mundial. Vamos conhecer minhas dicas?

    Livros que se passam na Segunda Guerra Mundial geralmente são leituras carregadas de sentimentos e mostram muito sobre o comportamento humano quando exposto ao perigo, além disso, elas sempre tem alguma coisa a acrescentar na vida do leitor com suas histórias comoventes, inspiradoras e até um pouco triste, já que grande parte da maldade dessas histórias já foi realidade de muitos anos atrás. Poderia citar dezenas e mais dezenas de livros nessa temática, pois, realmente curto leituras nessa linha, mas, só posso citar três, então, vamos lá...

    A Menina Que Roubava Livros   -   Markus Zusak

    Ao perceber que a pequena Liesel Meminger, uma ladra de livros, lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. A mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. O único vínculo com a família é esta obra, que ela ainda não sabe ler. Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a conivência do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que lhe dá lições de leitura. Alfabetizada sob vistas grossas da madrasta, Liesel canaliza urgências para a literatura. Em tempos de livros incendiados, ela os furta, ou os lê na biblioteca do prefeito da cidade. A vida ao redor é a pseudo-realidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela História.
    Já se tornou clichê indicar A Menina Que Roubava Livros, mas, não poderia deixar ele de fora, pois, eu amo demais essa leitura, além disso, ela traz um diferencial ao ser narrado pela morte, o que achei muito interessante, principalmente considerando o contexto da história. Me apaixonei por vários personagens: Rudy Steiner e seus cabelos cor de limão, Hans Hubermann e seu acordeão, Rosa Hubermann e seu mal humor, Max Vandennurg e sua luta contra Fuhrer e com toda certeza Liesel Meminger a ladra de livros, uma menina sagaz e amedrontada, mas com sede de aprender - e de sobreviver - o autor conseguiu dosar suspense, drama e romance de maneira sublime. Super recomendo a leitura!!!

    Toda Luz Que Não Podemos Ver   -   Anthony Doerr

    Marie-Laure vive em Paris, perto do Museu de História Natural, onde seu pai é o chaveiro responsável por cuidar de milhares de fechaduras. Quando a menina fica cega, aos seis anos, o pai constrói uma maquete em miniatura do bairro onde moram para que ela seja capaz de memorizar os caminhos. Na ocupação nazista em Paris, pai e filha fogem para a cidade de Saint-Malo e levam consigo o que talvez seja o mais valioso tesouro do museu.Em uma região de minas na Alemanha, o órfão Werner cresce com a irmã mais nova, encantado pelo rádio que certo dia encontram em uma pilha de lixo. Com a prática, acaba se tornando especialista no aparelho, talento que lhe vale uma vaga em uma escola nazista e, logo depois, uma missão especial: descobrir a fonte das transmissões de rádio responsáveis pela chegada dos Aliados na Normandia. Cada vez mais consciente dos custos humanos de seu trabalho, o rapaz é enviado então para Saint-Malo, onde seu caminho cruza o de Marie-Laure, enquanto ambos tentam sobreviver à Segunda Guerra Mundial.Uma história arrebatadora contada de forma fascinante. Com incrível habilidade para combinar lirismo e uma observação atenta dos horrores da guerra, o premiado autor Anthony Doerr constrói, em Toda luz que não podemos ver, um tocante romance sobre o que há além do mundo visível.
    Anthony Doerr levou cerca de 10 anos para finalizar Toda Luz Que Não Podemos Ver e todos esses anos de dedicação lhe rendeu bons frutos, como o Prêmio Pulitzer de melhor ficção de 2015.O que mais me impressionou no livro foi a carga emocional que a história carrega, onde podemos sentir perfeitamente o amor imenso que o pai de Marie-Laure carrega pela filha, o amor fraternal entre Werner e Jutta, enfim, o autor trabalha muito bem com sentimentos, tanto que diversas vezes meus olhos encheram de lágrimas. Outro fato que emociona bastante é quando os personagens vão percebendo que na guerra nada dependem deles, que eles são obrigados a seguir ás ordens das autoridades, como foi o caso de Werner que criava equipamentos sabendo que essas criações custariam vidas de seres humanos. Toda Luz Que Não Podemos Ver foi um livro que me emocionou demais, Marie-Laure e Werner são dois heróis fantásticos e eles ficarão em minha memória para sempre...

    O Voo da Vespa   -   Ken Follett

    Freya é o nome da deusa nórdica do amor. Também é o codinome da mais recente invenção nazista, de acordo com uma mensagem interceptada pelas forças aliadas. A inteligência britânica desconfia que é graças a ela que os alemães estão conseguindo abater os bombardeiros ingleses a uma velocidade tão alarmante. Hermia Mount, uma analista do MI6, é recrutada para ajudar a descobrir qual é essa nova arma. Tendo morado a vida inteira na Dinamarca, ela possui contatos valiosos que poderão auxiliá-la em sua missão. Do outro lado do mar do Norte, numa ilha dinamarquesa ocupada pelos alemães, o estudante Harald Olufsen descobre uma instalação estranha dentro da base militar nazista. Ele não sabe o que é, mas não se parece com nada que já tenha visto, e ele precisa contar para alguém. Em Copenhague, o detetive Peter Flemming colabora com os alemães para desvendar quem está repassando informações de dentro do país nórdico para os aliados britânicos. Numa Europa praticamente dominada pela Alemanha, a vida dessas três pessoas se entrelaça de forma irreversível, e quando um decrépito avião bimotor se transforma no único meio de fazer a verdade chegar até as forças aliadas, o destino delas poderá mudar o rumo da guerra - e da história.
    Por fim, indico O Voo da Vespa, último livro que li sobre a Segunda Guerra Mundial e que gostei tanto que não poderia deixá-lo de fora da seleção, além disso, o fato de ser baseado em fatos reais foi decisivo na hora da escolha. Os personagens me chamaram bastante atenção, eles são super bem construídos e se encaixam muito bem na história. Achei interessante que todos eles, sem exceção, possuem um lado mais humano, mais real e cheio de defeitos que fazem deles heróis improváveis e todas suas imperfeições deixam eles ainda mais especiais. Outro fato que merece destaque é a pesquisa que o autor fez sobre aeronaves e o suspense presente na obra, o autor consegue nos deixa completamente tensos durante todo o livro, principalmente, quando os espiões estão prestes a ser descobertos.

    Essas três leituras são muito especiais pra mim, todas elas foram favoritadas no Skoob e, é claro, todas estão recomendadíssimas pra vocês... Espero que tenham gostado da minha seleção!

    Beijos e até o próximo post



    22 comentários :

    1. Oi, Di!
      Desses, só li A Menina que Roubava Livros e amei! Achei um livro com uma história relativamente pesada, mas sensível.
      Beijos
      Balaio de Babados
      Participe do Sorteio de Férias: cinco livros, um ganhador!

      ResponderExcluir
    2. Ola
      Das suas indicações so li A menina que roubava livros, inclusive ja reli também. Sou apaixonada por essa história, sem contar que o gênero chama muito a minha atenção. Sempre tive vontade de ler Toda luz que não podemos ver.
      Beijos, F

      ResponderExcluir
    3. Eu amo livros que se passam na segunda guerra. Desses que você listou, só "O voo da vespa" que eu nunca li, mas agora fiquei curiosa para ler. Os outros dois eu amo. Um que também gostei muito foi o 'Em algum lugar das estrelas".
      Amei seu blog

      ResponderExcluir
    4. Olá, Diane.
      Eu gosto muito de livros que se passam na Segunda Guerra. Gosto de ler para lembrar o que a humanidade já foi capaz de fazer para não cair no mesmo erro. Dos que você indicou eu só li o primeiro. Vou anotar os outros.

      Prefácio

      ResponderExcluir
    5. Oi, Diane!
      Sou muito de fases sabe? Tem fases que gosto muito de livros sobre guerra, tem outras que nem consigo chegar perto dessas histórias (que é minha fase atual haha). Já li estes três livros que você indicou, e acho que Toda luz que não podemos ver é o que mais me emocionou, a escrita do autor mexeu bastante comigo e também chorei várias vezes durante a leitura. Fiquei bastante surpresa com O Voo da vespa, Ken Follett é um contador de histórias fantástico e soube muito bem como fazer seus personagens (confesso que A garota que roubava livro não está na minha lista de favoritos :S). Adorei o post, quando voltar ao gosto pelas histórias de guerra, vou pensar em reler algum destes livros!
      Beijos!

      ResponderExcluir
    6. Afff depois que eu li um livro sobre a 2° guerra mundial, quero ler todos sabe? É angustiante mas ao mesmo tempo você fica se perguntando como aquelas pessoas conseguiram passar por aquilo, ou porque de tantas pessoas morrerem daquele jeito! São n perguntas. E eu agora quero com certeza esses três livro que não li ainda.
      beijos
      www.omundodatutty.com

      ResponderExcluir
    7. Oi Di, eu não costumo ler muitos livros de Segunda Guerra Mundial, engraçado porque filme eu vejo bastante até rsrsrs da sua listinha eu ainda quero ler A Menina que Roubava Livros! <3

      Bjs, Mi

      O que tem na nossa estante

      ResponderExcluir
    8. Oi tudo bem?
      Desses livros indicados eu li apenas A Menina que Roubava Livros e confesso que não curti muito a leitura achei ela bem chatinha e para chegar ao final tive que empurrar com a bariga :(

      Beijos

      ResponderExcluir
    9. Bom dia!
      Amo livros nesse período histórico, as histórias são sempre muito emocionantes. Da lista, já li A Menina que Roubava Livros, um dos meus livros favoritos — senão o favorito. Quero muuuuito ler Toda Luz que Não Podemos Ver.
      Abraços.

      Livroterapias

      ResponderExcluir
    10. Oi
      Adoro livros que possuem a guerra como plano de fundo. Das suas indicações, só não li o livro de Follet, mas os outros são bem especiais para mim.
      Posso sugerir um nessa linha para você? Jardim de Inverno, de Kristin Hannah. É de partir o coração.
      Adorei o cubo³
      Beijinhos
      Rizia Castro - Livroterapias

      ResponderExcluir
    11. Oie! Tudo bem?

      Eu já li A Menina que Roubava Livros e amei demais a história, pena que terminei a leitura meio traumatizada, mas quero ler também Toda a Luz que não podemos ver, ouvi falar muito bem da obra!

      Bjss

      ResponderExcluir
    12. Que lista maravilhosa ❤ amo esses livros que se passam na época da segunda guerra Mundial ou nazismo! Ótimas indicações,bjos 😘
      aleituramagica.wordpress.com

      ResponderExcluir
    13. Nossa adorei as indicações e fiquei muito curiosa em conhecer o livro Toda Luz Que Não Podemos Ver, e vou adicionar na minha listinha.

      Um beijo

      Jhenny do Blog

      https://sussurrandosonhos.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    14. Olá! Adorei as suas indicações. Se eu fosse indicar, também indicaria O Menino do Pijama Listrado. Dos que você postou, apenas li A Menina que roubava livros e estou com Toda luz que não podemos ver aqui na fila. Ele parece ótimo...
      Bjos!
      Por essas páginas

      ResponderExcluir
    15. Oie, tudo bom?
      A menina que roubava livros é meu livro favorito da vida! Te recomendo um sobre a primeira guerra mundial, que foi o melhor que li nesse ano: A garota que você deixou pra trás. Livro. Lindo. Demais. Muito melhor que os outros da Jojo que acabaram virando filme (rancorzinho SIM, pq esse é bem melhor que CEEADV)

      ResponderExcluir
    16. Oi, Diane!
      Dos livros que você citou li apenas A menina que roubava livros e gostei muito também, assim como você achei interessante o narrador da história. É uma leitura emocionante! Os outros eu não sabia que tratavam sobre a Segunda Guerra Mundial e fiquei curiosa, já anotei as dicas!

      Beijos,

      Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

      ResponderExcluir
    17. Oie, adorei a seleção, principalmente porque já li todos os livros e gosto demais de o voo da vespa e de toda luz que não podemos ver, e mais ou menos de a menina que roubava livros. Gosto muito dos enredos que se passam na segunda guerra, e teria muita dificuldade para indicar alguns nessa linha pois gosto de muitos.

      ResponderExcluir
    18. Olá Di,
      Adoro livros sobre a Segunda Guerra Mundial, mas o único que li da sua lista foi A Menina que roubava livros, que é um livro que eu amo de todo o coração. Estou louca para Toda luz que não podemos ver, pois quero ler desde o lançamento. O voo da vespa também é um livro que quero ler, mas não sei se será o primeiro que lerei do autor.
      Beijos

      ResponderExcluir
    19. Olá, tudo bem?
      Adorei o posts e suas dicas estão fantásticas ♥
      A menina que roubava livros é ótimo, pena que muitos assistiram ao filme primeiro e não se interessam pelo livro, mas o livro não tem nem comparação né, é simplesmente maravilhoso!
      Um beijo.

      ResponderExcluir
    20. Oi!
      Livros que se passam nesse período são os que eu mais fujo correndo, porque eles mexem muito com meu emocional e conseguem me deixar na bad de um jeito extremo.
      Mas espero que isso um dia melhore para que eu possa ler esses livros incríveis que todos amam como Toda luz que não podemos vez

      ResponderExcluir
    21. Olá!
      Esse três livros que você indicou é bem falado no meio literário. Ficou curiosa em conhecer as histórias, mas ao mesmo tempo com medo de não gostar pois é um gênero que não costumo ler. Mas ou anotar a sua dica para uma leitura futura.
      Beijinhos!

      ResponderExcluir
    22. Olá,como vai?
      Já li muitos livros nessa temática de Segunda Guerra, alguns que emocionam e realmente nos levam para essa época. Porém de todo os que já li, A Menina que Roubava Livros é o que mais retrata de forma fiel o sofrimento de adultos e crianças em meio a guerra sangrenta. Anotei algumas de suas dicas e adorei seu espaço.

      ResponderExcluir