• Home
  • |
  • Sobre Mim
  • |
  • Resenhas
  • |
  • Promoções
  • |
  • Parceiros
  • |
  • Contato
  • Resenha # 77 : O Código da Vinci


    Título: "O Código da Vinci"
    Autor: Dan Brown
    Páginas: 432
    Editora: Sextante
    Ano: 2004
    Adicione no Skoob

       Hoje trago pra vocês a resenha do livro O Código da Vinci do autor Dan Brown. Acredito que muitos de vocês já conheçam a história, pois, além do filme que fez bastante sucesso o livro já tem bastante tempo que foi lançado. Existem algumas edições diferentes no mercado desse livro, esta que resenho é uma edição da sextante de 2004.
        O livro se inicia na Grande Galeria do Museu do Louvre, em Paris, com o assassinato de seu curador e atual Grão-Mestre do Priorado de Sião, Jacques Saunière, após confirmar ao assassino – um monge albino pertencente ao Opus Dei – a existência da clef de voûte, uma legendária pedra chave que revelaria os mistérios por trás do Santo Graal. Porém, momentos antes de morrer, Saunière consegue deixar uma mensagem cifrada na cena do crime que apenas sua neta, a criptógrafa francesa Sophie Neveu, e Robert Langdon, um famoso simbologista de Harvard, podem desvendar. Os dois transformam-se em suspeitos e em detetives enquanto percorrem as ruas de Paris e de Londres tentando decifrar um intricado quebra-cabeças que pode lhes revelar um segredo milenar que envolve a Igreja Católica.
       Apenas alguns passos à frente das autoridades e do perigoso assassino, Sophie e Robert vão à procura de pistas ocultas nas obras de Da Vinci e se debruçam sobre alguns dos maiores mistérios da cultura ocidental - da natureza do sorriso da Mona Lisa ao significado do Santo Graal.
       O Código da Vinci é uma história que envolve cavaleiros, sociedade secretas, símbolos, verdades e muitos absurdos, o que deixa a história bastante polêmica, principalmente por tratar de religião de uma maneira bem desrespeitosa para quem tem fé. Apesar de ter visto muitos leitores comentarem que os católicos deveriam encarar a obra como uma simples ficção, não consegui ser tão fria assim e acabei me incomodando em diversos momentos durante a leitura.
        A narrativa  em terceira pessoa, nos permite conhecer igualmente todos os personagens, e não apenas o ponto de vista de um só. Mas, em grande parte a história é focada em Langdon, que expõe seu conhecimento simbológico e histórico. São muitas explicações sobre diversos temas, e acredito que isso poderá incomodar alguns leitores que não curtem descrições demais.Contudo, em meio a tantos contras, tenho que admitir que todo o suspense que cerca a obra é bem instigante, cheia de acontecimentos e  reviravoltas, portanto, o lado da investigação e suspense sobre quem é o mandante dos crimes conseguiu ganhar a minha atenção.
       Enfim, O Código da Vinci foi uma leitura que não me agradou por questões pessoais e religiosas, mas, o mistério todo que envolve o mandante dos crimes é interessante e foi por isso que levei a leitura até o fim.




    14 comentários :

    1. Oie, tudo bem?
      Eu nunca li nem assisti o filme (pasme!) mas quando se trata de questões religiosas, eu realmente não me agrado com desrespeito. Não sou católica nem evangélica, apenas acredito em Deus. Porém, qualquer coisa que desrespeite-o de maneira tão abrangente com certeza não me agradaria.

      ResponderExcluir
    2. Pois então.. ... sou fã de carteirinha do Robert.. .... que por sinal ama o relógio do Mickey dele... hihi.... sim, esse livro vai de encontro com nossas crenças religiosas e isso me incomoda bastante nos livros dele, especialmente nesse..... mas mesmo assim, continuo amando a escrita dele..... fico Pensando mesmo que isso é só ficção pra não ficar chateada com o meu cristianismo..... hihihi.... bjus

      ResponderExcluir
    3. Oie! Tudo bem?

      Estou louca para ler algo do ator, ou até mesmo assistir aos filmes baseados em suas obras para ter uma noção melhor de suas histórias,pois ainda não li nada dele e só sei o que leio em resenhas e todas diga-se de passagem são todas positivas! Então minhas expectativas estão a mil! Espero gostar quando ler algo dele!

      BJss

      ResponderExcluir
    4. Nao sei se eu conseguiria encarar a leitura justamente por isso que voce mencionou, as questões religiosas, eu ficaria um pouquinho ofendida de certa forma. Mas temos que reconhecer que esse livro fez muito sucesso.

      ResponderExcluir
    5. Olá!! :)

      Eu conhecia o livro, claro, mas não nessa capa! Quero ler mas ainda não tive oportunidade, para alem de ter reparado que há muitos livros já (e mais estão para vir).

      Que pena que não gostaste assim tanto de fazer a leitura, mesmo que por razoes pessoais e religiosas...

      Boas leituras!! ;)
      no-conforto-dos-livros.webnode.com

      ResponderExcluir
    6. Oii
      Nunca li o livro, mas já assisti ao filme. Acho que o autor conseguiu criar uma história sem igual, e que, se não tivesse feito as continuações, este livro seria uma obra prima. Admiro muito a capacidade de autores de conseguir escrever obras tão complexas.

      Uma pena suas questões religiosas a terem feito não gostar tanto do livro. Como não li, não sei dizer se isto me incomodaria ou não.

      Vícios e Literatura

      ResponderExcluir
    7. Olá!
      Que pena que a leitura não te agradou! Eu gostei muito, porque gosto de histórias que desafiam coisas que as pessoas vêm como verdade absoluta, que foi o caso desse livro, além de amar história. Parabéns pela resenha!
      Beijos.

      ResponderExcluir
    8. Olá!
      Eu nunca li o livro, porém posso dar a opinião que minha mãe dividiu comigo após a leitura, ela, assim como você, não gostou muito do livro. Nem foi por questões religiosas, pois não somos católicas, mas sim porque ela achou de difícil compreensão por conta de tantos códigos. Enfim, depois de ouvir a opinião dela e agora a sua, não sinto vontade de lê-lo também.

      Beijos, Lara.
      Psiu, Vem Ler!

      ResponderExcluir
    9. Olá!
      Eu já tentei ler Código da Vinci sei lá quantas vezes e nunca consegui prender a leitura, nunca consegui passar da página 20. Quanto a questão religiosa, acho que não me incomodaria tanto, porque acredito em outras coisas, porém a questão do desrespeito, que muitos dizem que há na obra, faria com que o livro perdesse alguns pontos no meu conceito. Eu fiquei com vontade de retomar essa leitura, por ter lido o livro Ponto de Impacto do Dam Brown e ter amado, por isso achei que deveria dar mais uma chance a Código da Vinci, mas sério, vou sem nenhuma expectativa.
      Beijos,
      Nay
      Traveling Between Pages

      ResponderExcluir
    10. Oie
      apesar de ouvir sempre falar nesse autor e meus amigos amarem os livro, eu não tenho vontade nenhuma de ler ou assistir haha nunca tive mas quem sabe daqui uns anos e parabéns pela resenha

      beijos
      http://realityofbooks.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    11. Oie!
      Dan Brown é um dos meus autores preferidos e ele me conquistou justamente por causa desse livro, que foi o primeiro que eu li dele. Me lembro que na época que eu o li, teve uma discussão gigante por causa da igreja, por conta disso, entendo o motivo de você não ter gostado do livro. Mas esse é um dos livros que eu mais gostei, pois o mistério por trás de tudo e a genialidade do Dan em descrever todas as teorias e envolvê-las nos mistérios para mim foi incrível.

      beijos
      Livros & Tal

      ResponderExcluir
    12. Oi, tudo bem?
      É muito ruim quando um livro nos decepciona né? eu para ser sincera nunca senti tanta vontade em ler esse livro, até porque a história não chama minha atenção. Talvez um dia eu dê uma chance, mas não no momento.

      Beijos

      http://www.oteoremadaleitura.com/

      ResponderExcluir
    13. Olá!!
      Eu sou muito fã do Dan Brown e de todos os seus livros, e o Código da Vinci foi o primeiro que li.
      O próprio autor deixa claro que é uma obra de ficção, e acho que a forma com que ele trabalhou essa ficção foi inteligentíssima, criando teorias conspiratórias envolvendo a bíblia e etc. Não creio que ele tenha tido a intenção de desrespeitar nenhuma religião, apenas criou uma polêmica em cima de fatos até então indiscutíveis.
      Espero que não tenha desanimado de ler outros livros do autor por causa dessa divergência... Garanto que vale a pena hehhe
      Um beijo!

      www.asmeninasqueleemlivros.com

      ResponderExcluir
    14. Se você realmente for levar o livro para o lado religioso, não tem como gostar dele, o jeito é buscar conhece-lo através dos enigmas e mistérios que ele cria no decorrer da trama. Gosto do livro justamente por ter sido escrito em terceira pessoa e podermos conhecer melhor cada um dos personagens.A leitura me agradou, pena não ter acontecido o mesmo com você.

      ResponderExcluir