• Home
  • |
  • Sobre Mim
  • |
  • Resenhas
  • |
  • Promoções
  • |
  • Parceiros
  • |
  • Contato
  • Resenha # 61 : Namorado de Aluguel




    Título: "Namorado de Aluguel"
    Autor: Kasie West
    Páginas: 250
    Editora: Verus
    Ano: 2016

        Desde que encontrei Namorado de Aluguel nas redes sociais da editora Verus, fiquei com vontade de ler! Além da capa linda que me encantou logo de cara, gostei também da premissa do livro que prometia uma história clichê, mas, muito amorzinho e envolvente, e, como leituras assim geralmente me agradam muito, adquiri meu exemplar e, assim que pude, me joguei na leitura só fechando o  fechando quando cheguei na última página.
        O livro traz a história de Gia Montgomery, uma das garotas mais populares do colégio e que já faz alguns meses que está namorando o universitário Bradley, o namorado dos sonhos que deixaria suas amigas morrendo de inveja! Porém, Bradley termina com ela no estacionamento do baile de formatura, e é claro, que Gia não pode simplesmente entrar sozinha, pois, ela tem um nome a zelar, sendo assim, ela precisa pensar rápido e achar uma saída, afinal, ela vem falando dele para suas amigas há meses, e esta era a noite que em que ela provaria que Bradley não é uma invenção de sua cabeça. Então, ao ver um garoto esperando pela irmã no estacionamento do baile, Gia o recruta para ajudá-la. A tarefa é simples: passar por namorado dela - apenas duas horas, nenhum compromisso, alguma mentirinhas. Depois disso, ela pode tentar reconquistar o verdadeiro Bradley.

        O problema é que alguns dias depois do baile, não é em Bradley que Gia está pensando, mas no substituto. Aquele cujo nome ela nem sabe. Mas localizá-lo não significa que o relacionamento de mentiras deles acabou. Gia deve um favor á esse cara, e a irmã dele tem a solução perfeita: a festa de formatura da ex namorada dele - apenas três horas, nenhum  compromisso, algumas mentirinhas.
        E, justamente quando Gia começa a se perguntar se pode transformar seu namorado postiço em real, Bradley reaparece expondo sua farsa  e ameaçando destruir suas amizades e seu novo relacionamento.



       Namorado de Aluguel é narrado em primeira pessoa pela protagonista Gia, e isso já é um ponto positivo para mim, pois, na minha opinião, livros narrado dessa forma fica mais fácil se aproximar dos personagens. A leitura é um verdadeiro amor! Já havia visto muita gente relatando ser uma leitura fofa e deliciosa, mas nem imaginava que seria tanto. A trama é um pouco previsível, mas, a autora trabalhou tão bem que nem me importei com esse fato.
       Aparentemente o livro parece ter todo o seu foco no romance, mas não é bem assim, o que é mais frisado na história são as consequências das mentiras inventadas por Gia sobre o seu relacionamento com o namorado de aluguel. Gia é a garota popular e perfeita, assim, quando ela começa a se envolver com o Bradley substituto ela vai percebendo e se importando com valores que antes ela não dava a mínima. Até as amigas e suas futilidades não parece ser mais tão divertido como era antes, onde a bela imagem e a necessidade em se mostrar ter uma vida perfeita  era sempre mais valorizado. Dessa forma, o namorado de aluguel chega na vida da protagonista para trazê-la a realidade e ensiná-la a viver a vida, ao invés de fingir ter uma vida perfeita. A autora ainda faz vários questionamentos sobre como os jovens encaram as redes sociais e sobre a importância que vários jovens dão a essas redes, onde várias vezes a felicidade pode estar relacionada com a quantidade de curtidas em uma foto.
        Os personagens secundários tem papel fundamental na obra, pois eles são os grandes responsáveis pela mudança de Gia. De um lado temos "as amigas populares" que vivem preocupadas com as aparências, e de outro lado, temos o namorado de aluguel e sua irmã que incentivam Gia mostrar seus verdadeiros sentimentos. Acompanhar esse amadurecimento da personagem é muito legal!
        Namorado de Aluguel é um livro contagiante, capaz de falar sobre aparências, bullying, amadurecimento pessoal sem ser piegas. Gostei demais de acompanhar a jornada de Gia em busca de seu verdadeiro ser, as mensagens reflexivas deixadas pela autora, e é claro, o romance fofo presente na obra! Ou seja, é simplesmente impossível não se apaixonar pela obra. Amei tudo do início ao fim e super recomendo pra vocês, pois, tenho certeza que irão gostar.




    25 comentários :

    1. Olá
      Eu também já fiz essa leitura e fiquei apaixonada pelo enredo, mas sou suspeita em falar porque gosto desse estilo e especialmente da narrativa desenvolvida pela autora. Para mim também funciona mais a narrativa em primeira pessoa, então isso é mesmo um ponto positivo e sem dúvidas, é um livro contagiante demais. Adorei poder conferir sua resenha e me indentificar com suas impressões!
      Beijos, Fer
      www.segredosemlivros.com

      ResponderExcluir
    2. Oi Diane, tudo bem?
      Eu tenho o livro, já fazem alguns meses, mas por conta dos livros de parceria e do dia a dia corrido, ainda não li. Sua resenha me deixou mega ansiosa pela leitura e vou acabar tendo que furar a fila e ler logo. Adoro livros assim também.
      Linda resenha. Bjus
      Lia Christo
      www.docesletras.com.br

      ResponderExcluir
    3. Oiii Diane

      Tudo que essa autora escreve parece que é bom, tenho uma distopia dela e apesar de ainda não ter lido tenho altas expectativas por conta dos mil elogios que escuto. Esses YA da autora tb me chamam muito a atenção e quero conferir em breve

      Beijos

      unbloglitteraire.blogspot.com.ar

      ResponderExcluir
    4. Oiii! :)
      Ainda não li esse livro, mas morro de vontade! Acho essa capa fofíssima e ela sempre me atrai quando passeio pelas livrarias haha
      Sei que a história é um pouquinho clichê, mas me lembra muito aqueles filmes de comédia romântica que são bobinhos mas a gente não consegue parar de assistir - e ainda reprisa quando pode. Na falta da produção de Hollywood de mais filmes como esse, o livro deve ser uma alternativa perfeita - aliás, imagina só um filme baseado nesse livro?!
      Anyway, vou tentar ao máximo pegar esse livro na próxima vez que estiver precisando de um romance amorzinho :)
      Beijos!

      www.beyondbluedoors.com

      ResponderExcluir
    5. Oi, Di!
      Também acho que narração em primeira pessoa nos ajuda a simpatizar mais com o personagem.
      Esse livro ainda se encontra na lista de leitura que, provavelmente, vai ficar pro ano que vem.
      Beijos
      Balaio de Babados
      Participe do sorteio Halloween Literário

      ResponderExcluir
    6. Faz tempo que ouço falar nesse livro, mas nunca encontro oportunidade pra ler.
      Acho a capa maravilhosa e imagino que seja daqueles livros que nos deixa com ressaca literária depois de ler.
      Bom saber que ele aborda assuntos importantes sem ser piegas <3

      Virando Amor

      ResponderExcluir
    7. Li já tem alguns meses, mas lembro que amei de cara desde a capa até o final do livro <3 a Gia retrata bem o quando nós idealizamos nossas vidas para que ela pareça perfeita para os outros.

      ResponderExcluir
    8. Olá
      Eu já vi várias resenha super elogiando a obra em si. Adorei conferir a sua resenha e principalmente saber que a autora trata os personagens secundário com tanto ênfase como eles deve ser, afinal se tem personagens na obra, é pra ser uzados sem dúvidas! Acho essa capa fofa e os temas trago nele são bem presente e bem discutíveis. Ultimamente eu li poucos livros com Bullying e estou precisando de novos rsrs. Adorei a indicação! Até mais vê
      Bjks

      ResponderExcluir
    9. Oi, Diane! Tudo bem?
      Já li algumas críticas sobre esse livro e as vezes fico com uma enorme vontade de ler e outras não...
      Gostei muito da sua resenha e achei interessante os assuntos que a obra trata.
      Gosto muito da capa e me interessei pelo conteúdo.
      Quem sabe um dia leio esse livro... Espero que seja logo.
      Beijos,
      Keth.
      Blog: www.parbataibooks.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    10. Realmente é impossível não se apaixonar pelo livro, eu amei tudo! A personagem, coitada, tem bastante azar em alguns momentos. A história é muito fofa e empolgante, eu amei a escrita da autora, espero poder ler mais obras dela.
      beijos
      www.apenasumvicio.com

      ResponderExcluir
    11. Olá Diane,
      Já ouvi falar desse livro, mas não tenho curiosidade de ler, pois acho a premissa clichê demais. Apesar disso, achei muito legal você ter dito que essa previsibilidade não tornou a leitura pior.
      Sua resenha me fez mudar de opinião e vou colocar o livro na listinha. Espero me sentir contagiada por essa leitura, pois acho que, agora, tenho grandes chances de gostar.
      Beijos

      ResponderExcluir
    12. Eu conheço o livro, apesar de não ter lido ainda. Ele parece ser amorzinho mesmo, e assim como você também costumo gostar de livros assim. Eu particularmente já gostaria de dar uns tapas no ex namorado dela. Já não terminou? Por que fica enchendo o saco???
      Bjs

      ResponderExcluir
    13. Oi, tudo bem?
      Eu realmente não me importo de ler romances clichês desde que cumpram a condição de conter uma bela narrativa e esse livro parece ser o caso! Nunca li nada da autora, mas já vi muita gente falar bem desse livro e achei legal que mesmo sendo previsível, ela soube trabalhar bem temas importantes como bullying, aceitação e amadurecimento dos personagens. Quero muito ler um dia, adorei a sua resenha.

      Beijos! ♥

      ResponderExcluir
    14. Oi!

      Eu adorei demais ler esse livro, por justamente ter uma premissa clichê e ainda assim surpreender e ser envolvente. Adorei o casal, adorei a protagonista, adorei a critica social em cima da geração de aparências e likes. Foi realmente uma leitura maravilhosa e concordo totalmente contigo! Me deu saudadinha de ler haha


      beijos =)

      ResponderExcluir
    15. Olá!
      Eu também adoro livros em primeira pessoa, com certeza me sinto muito mais próxima aos personagens. EU tenho ele aqui para realizar a leitura mas não sabia que ele é tão gostoso assim, então vou deixando para a frente, mas agora tenho a sensação de ter que passar o livro para a frente da fila hahaha adorei a sua dica!
      Beijos.

      ResponderExcluir
    16. Oi Diane, esse livro deve ser bem gostoso de ser lido. Com certeza eu vou gostar. Mas aqui, largar a namorada no estacionamento do baile de formatura, depois tentar desmascará-la? Vontade de pegar esse ex e dar uma lição pra ele... risos! Arbaços

      ResponderExcluir
    17. Oie...
      Menina tenho que confessar que assim como você desde que eu vi o lançamento desse livro e o alvoroço que ele causou nas redes sociais morro de vontade de o ler.
      Adorei a sua resenha e pode ter certeza que você aguçou muito a minha curiosidade pela leitura. A história meio que me lembra aquele filme Muito Bem Acompanhada, sabe?

      beijos
      Mayara
      Livros & Tal

      ResponderExcluir
    18. Oi
      Que delícia ler sua resenha. Deu para sentir o quanto você gostou e se envolveu com o livro.
      Quero muito ler esse livro. Primeiro pelo enredo super legal e segundo porque só vejo elogios. Gosto de romances de divertem e esse me parece um bom exemplar.
      Beijinhos
      Rizia - Livroterapias

      ResponderExcluir
    19. Nem sabia que esse livro tratava dessa questão das redes sociais, e olha que já li muitas resenhas dele. Acho um tema bem importante e, se eu já queria ler antes porque realmente parece uma história muito amorzinho, agora quero ainda mais. Sou apaixonada por essa capa e espero me apaixonar pelo enredo também! Vou adorar acompanhar o amadurecimento da Gia.

      ResponderExcluir
    20. Olá, Diane.
      Concordo com você, a capa é realmente muito linda e o título é bastante chamativo.
      Gostei de saber que a narrativa é feita em primeira pessoa, porque assim o leitor se sente mais próximo da personagem e da lição que o livro passa, não se focando somente no romance.
      Abraços.

      ResponderExcluir
    21. Helloo, Diane! Tudo numa nice?!
      Esse realmente é um livro muito fofo e bom. Eu gostei tanto que li em algumas horas. Confesso que comecei a ler sem ver a sinopse - porque gosto de ler as cegas - e não me decepcionei. Eu estava numa fase de não ler romances, mas esse foi bem bom. Um ponto que achei importante na narrativa foi o mesmo que você mencionou, a forma que a autora abordou sobre como lidamos nas redes sociais. Como de repente somos felizes por causa de curtidas. Enfim, é realmente um bom livro e eu amei o romance!! *-*
      Ótima resenha.
      Beijin...

      ResponderExcluir
    22. Olá =)
      Já tinha visto esse livro mais não tinha me despertado o interesse. Que bom que você amou o livro, não imaginava que ele era tão bom. Não sabia que se falava sobre a rede social. Ela está cada vez mais presente na vida das pessoas e principalmente dos jovens, acho importante falar sobre isso. Anotei a dica do livros. Beijos'

      ResponderExcluir
    23. Oi, tudo bem?
      Eu já vi esse livro por ai também, mas confesso que não gosto muito da capa e que a sinopse dele não me anima muito, pois estou fugindo de histórias clichês, sabe? No entanto, parece ser uma boa leitura mesmo, a autora parece ter abordado bons temas e a narrativa parece ser contagiante mesmo. Enfim, não é uma leitura que faria agora, mas talvez um dia.

      Beijos :*

      ResponderExcluir
    24. Oie
      Tudo bem?
      Então eu fiz a leitura desse livro há alguns meses atrás e ler sua resenha me deu uma vontade de fazer releitura é tão amorzinho mesmo com todo o clichê é uma leitura gostosa de se fazer lembro que comecei a ler durante a noite e terminei na madrugada sem conseguir parar.
      Adorei sua resenha tenho certeza de que muita gente que gosta de um livro para passar o tempo vai amar a sua dica.
      Bju
      Mary Reis

      ResponderExcluir
    25. Olá, tudo bem?

      Ah, esta capa é uma gracinha e também fiquei louca para ler!

      Quando li suas impressões fiquei encantada pelo enredo, principalmente quando você diz que "Aparentemente o livro parece ter todo o seu foco no romance, mas não é bem assim, o que é mais frisado na história são as consequências das mentiras inventadas por Gia sobre o seu relacionamento com o namorado de aluguel. "

      Parabéns pela resenha (:

      ResponderExcluir