• Home
  • |
  • Sobre Mim
  • |
  • Resenhas
  • |
  • Promoções
  • |
  • Parceiros
  • |
  • Contato
  • Resenha # 54 : Amor Amargo




    Título: "Amor Amargo"
    Autor: Jennifer Brown
    Páginas: 256
    Editora: Gutenberg
    Ano: 2015

       Já faz um tempo que adquiri Amor Amargo, mas, pra falar a verdade, sempre desanimava de iniciar a leitura por já ter uma prévia de que a história seria bastante intensa, e histórias assim sempre geram a temida ressaca literária. Recentemente estava cansada de ler sempre mais do mesmo e finalmente decidi embarcar numa história sobre violência contra a mulher, e sim, foi uma história intensa, mas de muito aprendizado.
       O livro traz a história de Alex, uma garota sonhadora e que desde criança tem um propósito em sua vida: conhecer o Colorado, juntamente com seus amigos Zach e Bethany. Para seus amigos a viagem é apenas uma forma de se divertir, já para Alex a ida ao Colorado vai muito além, pois, ela acredita que vai entender o mistério sobre a morte de sua mãe.
       Tudo é bastante rotineiro, os três amigos inseparáveis estudam juntos e sempre estão se encontrando para botar o papo em dia, até que Cole aparece, um garoto lindo, romântico e super atencioso, simplesmente tudo o que Alex sonhou! Sendo assim, ela se sente completa, com os melhores amigos e alguém que a ama, porém, é aí que tudo começa a desandar e a garota se vê dividida entre o namorado e os amigos. Cole tem ciúmes de Zach, afasta Alex de Bethany e ainda vigia a vida da namorada, sempre com várias alterações de humor.

        Pouco a pouco, os acessos de raiva de Cole só vão piorando, e assim, a vida de Alex vai se tornando um inferno, onde apesar de ser maltratada e apanhar do namorado ela não consegue evitar o amor que sente pelo rapaz.
       Amor Amargo é um livro sobre relacionamento abusivo, narrado em primeira pessoa pela vítima, que sofre momentos bem fortes de humilhação e agressão. Particularmente, eu nunca tinha lido nada parecido e nada tão impactante. A autora nos leva  diretamente para os pensamentos da vítima o que muda a gente de forma inexplicável.A leitura é realmente muito intensa e faz com que o leitor se sinta conturbado, com vontade de entrar no livro e salvar a personagem, onde chega a dar pena, e raiva ao mesmo tempo, quando Alex justifica as ações de Cole, fato esse que é pode ser "compreensível", porque Alex tem traumas e toda sua carência de amor e carinho fez com que ela se agarrasse ao primeiro que demostrasse interesse por ela.
        Acima de tudo, Amor Amargo é uma leitura bastante atual, pois, diversas vezes vemos nos telejornais casos de romances abusivos, onde a mulher se apaixona cegamente por um cara e mesmo sendo destratada sempre está disposta a perdoá-lo, a inventar desculpas para seu comportamento violento, tudo isso para tentar resgatar um amor que geralmente não é correspondido.
        Enfim, o livro me marcou muito e Alex me fez perceber que se não experimentarmos uma situação dessas na pele, talvez não tenhamos a menor ideia do que faríamos no lugar de alguém nessa situação e, é claro, que julgamentos de terceiros são atitudes muito egoístas, pois, só quem passa por uma situação dessas sabe realmente como é.
        Indico a leitura para todo mundo, especialmente para as mulheres, porque além de uma história arrebatadora, encontramos em Amor Amargo uma forma de conscientizar a população.



    30 comentários :

    1. Olá!!
      Nossa, adorei a resenha! Não conhecia esse livro - e isso que é o mais fascinante em ler blogs com resenas literárias, né.. podemos nos abrir para todo um novo mundo de livros!
      Adorei a expressão que usou de ressaca literária e fiquei com muita vontade de conhecer isso e ler esse livro! Acho que posso dizer que tive essa ressaca uma vez (se é que estou entendendo o sentido certo do termo), que foi com a Caixa de Pássaros - primeira resenha que vou fazer no final dessa semana no meu blog - tipo de livro que mexe com você e te deixa perturbado depois, refletindo por um tempo, meio triste, meio viva.. seria isso? Eu quero muito sentir a maneira que essa escritora descreve essa situação que você falou de agressão.
      Beeijo

      http://lecaferouge.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi, Tamara.
        Ressaca literária é exatamente isso. Ela nos deixa dentro do livro lido, mesmo tendo finalizado a leitura rsrs...
        Experimente ler AMOR AMARGO e verá que é uma excelente leitura.
        Beijos

        Excluir
    2. Olá
      Também já li esse livro e concordo plenamente que é uma leitura bem intensa, mas cheia de reflexões. E ótimo poder embarcar em uma história que é atual mesmo, afinal de contas, relacionamentos abusivos são uma temática polêmica, mas que infelizmente, acontece com frequência em nossa sociedade.
      Beijos, Fer
      www.segredosemlivros.com

      ResponderExcluir
    3. Oiii Diane

      Não fazia nem idéia de que essa era a temática de Amor Amargo. Pensava que sei lá, era um romance juvenil e ponto.
      Achei interessante estar diretamente na cabeça da vítima. Certamente alguns momentos devem ser frustrants, mas, como vc disse mesmo, é algo tão real na nossa realidade. Quantas Alex por ai jutificando seus Cole.
      Acho que é um livro que vale a pena ler. Te confesso que temáticas mais fortes não são muito meu tipo de leitura, gosto de ler coisas mais leves, porém esse tema específico me deixa curiosa e me chamou a atenção.
      Levo anotado para minhas futuras leituras.

      Beijos

      unbloglitteraire.blogspot.com.ar

      ResponderExcluir
    4. Já tinha ouvido falar nesse livro,mas tinha receio de ler, porém após a sua resenha a vontade voltou com tudo. Muitas vezes, assim como como vc, da aquela vontade de sair do mesmo e ter aquela ressaca literária, vou tentar pega-lo da estante em breve. Ótima resenha.

      ResponderExcluir
    5. Eu li o outro livro dela, A Lista Negra e acabei não gostando.
      Mesmo que tenham temas diferentes, fiquei desanimada em ler outro livro dela. Por isso, não sei se o leria.
      Beijos
      http://recolhendopalavras.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    6. Eu gostei demais deste livro e a história está muito forte dentro de mim e eu, como você, indico o livro para todo mundo. Acho inclusive que a leitura deste livro deveria ser feita na escola e discutida em sala de aula e dentro de casa também!!!
      MEU AMOR PELOS LIVROS
      Beijos

      ResponderExcluir
    7. Ola amore...
      Adorei a resenha... a capa é muito instigante, não chega a ser bonita, mas instiga a leitura...
      Essa temática, apesar de forte, me instiga bastante, afinal... é uma situação muito presente em nossas vidas né.
      Adoro livros que conscientizam as pessoas que os lêem.
      Beijokas!
      www.facesdeumacapa.com.br

      ResponderExcluir
    8. Oi Diane,

      Já conhecia Amor Amargo e desde o lançamento eu tenho vontade de ler, é a primeira resenha que leio.
      Esse tema é muito forte mesmo, tenho vontade de ler justamente por isso, nunca li um livro neste temática.

      Beijos Mila
      Daily of Books

      ResponderExcluir
    9. Olá!
      Nossa, não conhecia esse livro e amei a resenha! É um tema muito forte mesmo e entendo o receio que você teve para começá-lo. Mas achei muito importante ele ser em primeira pessoa para demonstrar o que a vítima de um relacionamento abusivo está pensando e como não é fácil simplesmente sair de um relacionamento assim.
      Beijos.
      http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

      ResponderExcluir
    10. Olá,

      Segunda resenha que vejo deste livro e fico totalmente imersa na premissa que é no mínimo intrigante. Ao tratar da violência doméstica, a história sem dúvidas promete emoções fortes e entendo o seu receio de iniciar a leitura, eu também o teria, embora minha curiosidade para conhecer a obra tem crescido cada vez mais. Gostei de você ter apontado que o amor cego da personagem, a deixava inerte perante as agressões, mas que o rapaz também um passado conturbado, que talvez não justifique suas atitudes, mas no mínimo é um dos embasamentos para tanto. Fiquei incrivelmente interessada na história, que parece nos chocar e fazer refletir, retirando o clássico preconceito que a sociedade plantou. Se antes eu já estava interessada no livro, agora estou correndo e indo comprar. Adorei sua resenha, expôs muito bem o enredo e o que devemos esperar da história.

      Grande Abraço
      Cá Entre Nós

      ResponderExcluir
    11. Hey!
      Eu não conhecia esse livro, mas fiquei totalmente intrigada. A capa é muito linda e chama a atenção de longe, principalmente pelas cores fortes. O título achei bem condizente com o enredo, e este último deve ser bem tenso e intenso hahaha. Gostei da sua resenha, principalmente porque ressaltou o fato de que o livro serve para conscientizar as pessoas que passam por relacionamentos abusivos. Isso é mais do que importante, principalmente porque há várias vítimas espalhadas pelo mundo. Gostaria muito de conhecer a história.
      Um abraço!

      https://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    12. Olá Di,
      Li esse livro há um tempo e não consigo ainda aceitar o que a Alex passa sem falar para ninguém. Eu tive uma relação de ódio e piedade com esse livro. Não podemos imaginar o que faríamos numa situação dessas, como você falou, mas acho que não faria o que a Alex fez. É injustificável uma pessoa agredir outra - qualquer pessoa. Enfim, não aceito a história e nada me faz mudar a ideia hahah, mas foi muito bom ler sua resenha e um ponto de vista um pouco diferente do meu.
      Beijos,
      Um Oceano de Histórias

      ResponderExcluir
    13. Eu ainda não fiz essa leitura tenho visto muitas resenhas sobre ele e estou sim protelando também para fazer a leitura pelo simples fato de que sei que não vou conseguir lidar com isso quando a maioria das pessoas diz que não julgam pois não sabem o que fariam se tivesse na situação da personagem eu me sinto mal eu já presenciei situações iguais com pessoas muito próximas a mim e eu digo que EU NUNCA aceitaria uma coisa assim na minha vida abuso, violência física, é uma coisa muito seria e pensar que poderia aceitar também por amar, ou por entender o parceiro(a) me causam dor no estomago. Trago aqui uma coisa que minha mãe me diz desde pequena "Bata mais bata para matar pois se eu levantar não vai ficar nem o reboco da parede".
      Bju
      Mary Reis

      ResponderExcluir
    14. Oi Diane,

      Eu já li um livro parecido com esse. É o tipo de leitura que faz a gente pensar muito sobre a realidade desses relacionamentos abusivos. Porque vamos combinar, é muito fácil julgar quando não vivemos. Muito interessante, vou procurar saber mais sobre ele.

      Abraços, Helô

      ResponderExcluir
    15. Olá,
      Desconhecia a obra, mas fiquei muito interessada.
      É importante a conscientização da população de um tema que está tão presente em nosso cotidiano. Toda hora vemos relatos de violência contra a mulher e acredito que a autora o tenha abordado com tamanha destreza de forma intensa, porém leve ao mesmo tempo.
      É uma leitura que nos faz refletir e de certa forma nos colocar no lugar do outro.

      http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    16. Oie Diane, tudo bem?
      Complicada a vida da Alex heim?! Me pareceu uma leitura bem forte mesmo. Mas como vc disse pode trazer muito aprendizado né. vou marcar ele para um leitura futura!
      Valeu pela dica!
      Bjs
      André
      PARTICIPE DO TOP COMENTARISTA DE AGOSTO!

      ResponderExcluir
    17. Já conhecia o livro, mas sua resenha é a primeira que leio dele e estou chocada por saber que se trata de um relacionamento abusivo tão intenso assim. Cole deve ser um péssimo namorado e realmente não entendo muito a Alex por não largar ele, talvez só estando na pele da personagem mesmo. Imagino o quão marcante deve ser esse livro e fiquei ainda com mais vontade de lê-lo.
      http://www.virandoamor.com/

      ResponderExcluir
    18. Esse livro é realmente marcante e desperta na gente raiva, pena, repulsa... uma mistura disso tudo.
      Li para o Clube do livro da Gutenberg aqui em Salvador, não me arrependi. Muito bom! uma leitura necessária.

      Bjão.
      Diego, Blog Vida & Letras
      www.blogvidaeletras.blogspot.com

      ResponderExcluir
    19. Oi!
      Esse livro está na minha lista de desejados a muito tempo, pois adoro a temática mais intensa.
      Acho que a pegada do livro é muito essa mesmo, mostrar que quando uma pessoa está em um relacionamento abusivo além de ser difícil de sair, é difícil de enxergar que ele é errado, e isso degrada muito a pessoa

      ResponderExcluir
    20. Olá
      Eu já conhecia a obra só por cima! Mas eu não sabia que o livro ia trazer esse tema tão falado na atualidade! Achei super bacana. Realmente me parceria ser uma história bem forte e intensa, mas creio que a narração em 1° pessoa ajude um pouco, acontece isso comigo. Acho essa capa um luxo, na verdade, as capas da Gutemberg nunca me deixa na mão rsrs. Espero poder ler a obra e gostar tanto quanto você! Até mais vê
      Bjs

      ResponderExcluir
    21. Você fez bem em esperar o momento certo para ler esse livro. Eu acho a história dele muito interessante e morro de vontade de ler também, mas tenho receio do meu envolvimento.

      Você está certíssima em falar que é uma ótima forma de conscientização das pessoas. A literatura é incrível né? Muda a vida até de quem achava que não precisava de mudanças.

      Beijos,
      Mariana Baptista
      umavidaporlivro.wordpress.com

      ResponderExcluir
    22. Histórias sobre violência contra a mulher não me agradam, acho de uma covardia tão grande, os enredos costumam mesmo ser bem intensos e acabam me deixando num estado tal de revolta que prefiro evitar. O fato de ser narrado em primeira pessoa pela vítima piora as coisas para mim, não ia dar conta de toda essa humilhação e agressão, passo a dica.

      ResponderExcluir
    23. Oi, tudo bem? Já vi opiniões bem variadas sobre esse livro mas acho bacana o tema que ele aborda que é a violência doméstica que como você mesma citou acontece é muito de verdade na vida real o que é muito triste. No momento não estou no clima de ler livros com questões mais pesadas mas eu ainda pretendo ler esse livro com toda a certeza.
      Bj

      ResponderExcluir
    24. Oi Diane!!

      Eu estou adiando justamente por ser intenso demais, preciso ter uma preparação pra isso! A abordagem da autora parecer ser ótima e de fato sempre tem alguém pra julgar sem ter a mínima ideia do que é ter um relacionamento abusivo. Enfim, o livro está na minha lista de leituras, bom saber que te agradou!

      Bjs, Mi

      O que tem na nossa estante

      ResponderExcluir
    25. Olá
      A premissa me agradou muito,infelizmente presenciamos sempre isso "A Violência " os personagens parece esta bem perto da nossa realidade e o livro sendo narrado em primeira pessoa me sinto mais conectada com o personagem.Só queria saber o por que mesmo ele a agredindo ela ainda gostava dele ( se eu estiver errada me corrija, mas foi o que entendi em uma parte da resenha).O livro parece ter uma caraga emocional muito densa que te deixa na bad. Quero ler em breve.

      ResponderExcluir
    26. Oi, tudo bem?
      Eu não costumo ler histórias sobre relacionamento abusivo, mas acho interessante o tema, logo fiquei animada com o livro. O mesmo parece ser bem intenso, imagino que deve ser revoltante acompanhar tudo. Enfim, é um livro que eu ainda não conhecia, mas que me deixou muito interessada.

      Beijos :*

      ResponderExcluir
    27. Não li nada da autora ainda, mas estou muito interessada neste livro, justamente pela atualidade do enredo, onde podemos ver o abuso e a violência doméstica tão presentes em nosso cotidiano.
      Bjs

      ResponderExcluir
    28. Em qualquer relacionamento abusivo é mais do que comum a vítima se sentir culpada, em acreditar realmente que as coisas acontecem com ela por que ela não sabe fazer as coisas certas, ou então por ela ter feito algo errado mesmo não tendo feito. Parece que todo abusador tem um poder de convencer de que ele não está errado e fazer com que a vítima o defenda. Não é uma coisa fácil de se sair, e não é fácil apenas julgar sem conhecer melhor a história e nem tentar ajudar - que é muito difícil.
      Acho que acompanhar um relacionamento assim pelos olhos da vitima deve ser realmente angustiante e intenso para o leitor. Essa é apenas uma das razões para esse livro estar na minha lista de desejados a tempos.
      Só não sei se estou no momento agora para ler - estou fugindo um pouco de leituras densas - mas que quero ler, isso eu quero, com certeza!!!!
      Beijinhos,
      Lica
      Amores e Livros

      ResponderExcluir
    29. Oi
      a leitura parece ser bem profunda e pelo que falou é bem atual realmente já que acontece muitos casos desse estilo, acho que série uma leitura bem interessante.

      momentocrivelli.blogspot.com

      ResponderExcluir