• Home
  • |
  • Sobre Mim
  • |
  • Resenhas
  • |
  • Promoções
  • |
  • Parceiros
  • |
  • Contato
  • Resenha # 43 : Bom de Briga




    Título: "Bom de Briga"
    Autor: Markus Zusak
    Páginas: 206
    Editora: Bertrand Brasil
    Ano: 2013

       Hoje trago a resenha do livro "Bom de Briga", continuação do livro "O Azarão"(resenha aqui). Estava meio desanimada com essa leitura, pois,  não achei nada de espetacular na leitura anterior, porém, uma hora ou outra teria de encarar essa leitura e pra minha sorte me surpreendi.
       O livro traz a continuação da história da família Wolfe, onde após alguns acontecimentos do primeiro livro as coisas andam meio complicadas para os Wolfe: o pai está desempregado desde o acidente, a mãe tem dado muito duro nos trabalhos para manter a casa, o irmão mais velho está saindo de casa, a irmã está sem rumo após ter sido largada pelo namorado, Rube e Cameron continuam inconsequente, mas um pouquinho mais maduros.
        Na escola os amigos de Rube e Cam começam a fazer piadinhas para os dois a respeito da situação  que sua família enfrenta, Rube não consegue aguentar as provocações e quebra a cara da criatura que o desafiou, logo, a fama de brigador de Rube começa a se espalhar e daí surge uma oportunidade, que por mais incrível que pareça faz com que suas antigas brincadeiras de lutinhas tornam-se algo sério.

       Perry Cole, um homem que faz apostas em lutas e promove lutas clandestinas propõe que Rube e Cam lutem para ele, pois, é uma forma de ganhar dinheiro. Obviamente, os irmãos agarram a oportunidade e a partir daí eles se vêem em conflito também: quanto mais lutam mais se tornam conhecidos e consequentemente também perdem suas essências.
       Assim como em "O Azarão" o livro é dono de uma narrativa simples e fluída, porém, achei a história desse volume mais bem construída e mais interessante do que o livro anterior. A história foca mais nas relações entre os irmãos Cam e Rube, destacando o crescimento deste último, também mostra as dificuldades financeiras da família e na dignidade dos pais no tratamento dos filhos e do cuidado da casa.
       Entre os capítulos, ao invés dos sonhos amalucados de Cam que tínhamos no primeiro livro, desta vez, temos diálogos entre Cam e Rube o que proporciona um melhor conhecimento dos personagens.
       Na minha opinião "Bom de Briga" foi bem melhor do que "O Azarão", então, se a tendência for subir de qualidade creio que "A garota que eu quero" tem tudo pra ser uma ótima leitura, logo, já estou ansiosa para o próximo volume.



    13 comentários :

    1. Oi Diane, apesar de não ter me interessado muito na leitura desse livro fico feliz que a qualidade do mesmo tenha sido elevada em relação ao primeiro e que, tenha se tornado uma leitura mais interessante. Espero que o próximo seja ainda melhor que este e que a sua opinião seja bem positiva.

      Beijos
      Vento Literário / No Facebook / No Twitter

      ResponderExcluir
    2. Olá Diane,
      gostei bastante da explanação da sua resenha e fiquei interessada em conhecer a história.
      Parabéns pela resenha.
      Beijos,
      www.embarcandonaleitura.com.br

      ResponderExcluir
    3. Oi, tudo bem? Gostei da resenha, mas não sei se leria, pois minha primeira experiência com o autor foi "A garota que eu quero", que foi uma leitura bem ruim. Claro que existem gostos muito diferentes, mas já vou avisando para não ler "A garota que eu quero" com grandes expectativas, pois pode acabar se decepcionando como eu.

      Beijos,
      Duas Livreiras

      ResponderExcluir
    4. Olá, Diane.
      Eu ganhei o livro A garota que eu quero em um sorteio e quando vi que era do autor que gosto tanto corri ler. Mas infelizmente me decepcionei muito. Não foi nada o que eu estava esperando e não sei se foi por eu ter lido o terceiro antes de ler os outros dois. Eu nem sabia que era uma trilogia na verdade. Mas espero que você goste mais do eu.

      Blog Prefácio

      ResponderExcluir
    5. Olá Di,
      Fico feliz que você tenha achado esse livro mais bem construído.
      Eu, sinceramente, não tenho curiosidade de ler essa série, mas, acho que é um prato cheio para que gosta.
      Beijos,
      Um Oceano de Histórias

      ResponderExcluir
    6. Oi Diane, que bom que gostou da leitura! Comprei o A Garota que eu Quero porque amei a capa e acabei deixando ele parado pra ler O Azarão e Bom de Briga antes :) Bom saber que a história tá bem construída e que a história é boa de acompanhar. Vou atrás desse logo!

      Beijos, Cass | www.livroseoutrascoisas.com.br

      ResponderExcluir
    7. Oi
      que bom que gostou da leitura do livro, tenho vontade de ler mas já li algumas resenhas negativas sobre os livros e que bom que a sua foi positiva, parece se legal.

      momentocrivelli.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    8. Ainda não tinha conferido nenhuma resenha do livro, então achei interessante. É bom ver livros que apostam no desenvolvimento das relações entre irmãos.
      Bom saber também que o livro está melhor do que o anterior, isso me anima para a leitura.

      Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de maio. Serão três vencedores!

      ResponderExcluir
    9. É ótimo quando o segundo livro surpreende, principalmente quando não esperamos muito dele. ;)
      Ótima resenha!

      Bjs
      http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    10. Olá! Eu tentei ler A Garota que eu Quero e não consegui me prender na história... então se for seguir a sua lógica muito provavelmente eu não iria gostar deste livro e menos ainda do primeiro. Mas fico contente que para a sua percepção este livro foi melhor que O Azarão. É ótimo quando percebemos mudanças significativas na escrita do autor.
      A premissa do livro não me chamou a atenção, então não sei se seria uma leitura que eu arriscaria.
      Beijos
      Estilhaçando Livros
      Conheça o novo Cantar em Verso

      ResponderExcluir
    11. Olá! O Markus Zusak é um dos autores que gosto justamente por ter essa escrita simples e fluida. Eu não sabia que esses livros formavam uma trilogia, tanto que tinha apenas "A garota que eu quero" em minha lista de leitura". Adorei sua resenha e já inclui "O azarão" e "Bom de briga" agora na fila também.
      Beijos!

      Karla Samira
      http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    12. Oi Diane!
      Tenho loucura para ler essa série, mas só tenho o terceiro (A Garota que eu quero) e queria ler na ordem.
      Gosto muito do Markus, acho a escrita dele fantástica e ouço muitos elogios a respeito dessa série (principalmente desse livro). Não sei quando comprarei os outros dois livros (estou numa meta de ler os livros que tenho para depois comprar mais), mas estão na lista de desejados faz teeeeeempo. Espero gostar! :)
      Beijos

      ResponderExcluir
    13. Oi diane, tenho em casa os outros dois livros dessa trilogia (são 3 mesmo né? não me lembro) ecomecei a ler ambos, mas por não ter este acabei deixando de lado para retomar a leitura apenas quando tiver todos, não posso opinar muito sobre a narrativa pq li bem pouco, mas levando em consideração o autor deve ser um bom livro

      ResponderExcluir